5 novos vídeos!

5 novos vídeos!

Tiago Varzim

1. D’Alva – #LLS
Livre. Leve. Solto: é assim que os D’Alva se apresentam no 3.º single de “#batequebate”. O videoclip, que conta com a participação do designer e Instagramer Wandson Lisboa na Direcção Artística, é uma lufada de ar fresco na pop portuguesa. #LLS podia muito bem ser uma série de posts do Tumblr a passarem catalogados de “just inspiring”. E é. Mas é também uma festa privada de Ben Monteiro e Alex D’Alva Teixeira, a dupla que dá instrumento e voz aos D’Alva, com um conceito muito urbano e ligado a esta vasta coisa que é a internet.

2. Prodigy – Wild Frontier
Os Prodigy têm estado bastante “wild” este ano. Começaram o ano por anunciar o álbum “The Day Is My Enemy” e depois lançaram o single de avanço “Nasty” e o segundo tema que dá nome ao álbum. Mas a grande novidade veio mais recentemente: os Prodigy vão dar um concerto no Alive’15 no dia 10 de Julho. Agora lançaram o videoclip de “Wild Frontier”, uma das canções do novo disco, o terceiro single. O vídeo de animação é bastante dark e acompanha bem uma música que é também ela bastante ‘suja’.

3. U2 – Every Breaking Wave
Os U2 inovaram (bastante!) com os videoclips do álbum mais recente, “Songs Of Innocence”. Se bem te lembras, o português Vhils fez um vídeo explosivo para o tema “Raised By Wolves” que figura no último disco da banda irlandesa. Agora é uma conterrânea quem lhes traz mais uma inovação: a realizadora Aoife McArdle. A irlandesa resumiu a curta-metragem de 13 minutos que tinha feito, com o mesmo nome da canção “Every Breaking Wave”, para um vídeo mais curto que servisse de videoclip. Em suma, frames e frames que retratam a incerteza das relações, principalmente dos relacionamentos românticos e a fragilidade destes. O filme segue dois adolescentes, um católico e outro protestante, que se apaixonam no meio da violência.

4. Alt J – Pusher
Um videoclip enigmático, poderíamos dizer. Realizado por Thomas Rhazi e produzido por Division Paris, o vídeo que acompanha a melancólica “Pusher” é bem cinzento. Este é um encontro de homens sem expressão, desesperados – uns por dentro e outros por fora -, num descampado onde a agonia humana vem ao de cima. Uma canção introspectiva para ser acompanhada por um vídeo menos complexo:

5. Scott Weiland – Modzilla
Scott Weiland (ex-Stone Temple Pilots, Velvet Revolver) revelou o videoclip de “Modzilla”, uma das 12 canções de “Blaster”, o álbum a solo que vai lançar no final deste mês. No vídeo podem-se ver filmagens tanto de imagens de estúdios como de uma actuação no Troubador, em Los Angeles (EUA). Nada mais do que uma montagem sem conceito que dá o pontapé de saída de Weiland a solo. Mais para ouvir do que para ver, aqui:

EGITANA