LEFFEST (Lisbon & Sintra Film Festival) 2019: Mão Morta, PJ Harvey, Maria João Pires, Wim Wenders e Teresa Salgueiro em destaque

LEFFEST (Lisbon & Sintra Film Festival) 2019: Mão Morta, PJ Harvey, Maria João Pires, Wim Wenders e Teresa Salgueiro em destaque

Redacção

A 13.ª edição do LEFFEST (Lisbon & Sintra Film Festival) realiza-se de 15 a 24 de Novembro.

Lisboa e Sintra voltam a receber o festival de cinema LEFFEST, onde volta a reunir realizadores, actores, artistas, músicos, filósofos, activistas, espectadores, para celebrar a sétima arte, e, com ela e a partir dela, pensar o mundo, o estado das coisas. Em baixo deixamos alguns destaques musicais:

A DOG CALLED MONEY | Seamus Murphy
Para o seu nono álbum de estúdio, PJ Harvey, um ícone da música alternativa, visitou o Afeganistão, o Kosovo, e Washington D.C., com o objectivo de conversar com pessoas locais e deixar que as suas histórias inspirassem as letras das suas canções. Seamus Murphy, fotógrafo e realizador premiado, capturou esses momentos neste ambicioso documentário.

CENTRO CULTURAL OLGA CADAVAL Auditório Jorge Sampaio
Sábado 23, às 18h00
Com presença de Seamus Murphy
ESPAÇO NIMAS
Domingo 24, às 14h30
Seguido de conversa com Seamus Murphy

MUTANTES S.21 – 25 ANOS DEPOIS | João Sá
Passados vinte e cinco anos sobre a edição de “Mutantes S.21”, os Mão Morta voltaram ao Theatro Circo para uma celebração do álbum icónico na história da banda e da música portuguesa. Um regresso assombrado pela destruição da sala ocorrida vinte e cinco anos antes, na apresentação da edição especial do disco com um caderno de banda-desenha a ilustrar-lhes os temas. Agora, vinte e cinco anos depois, para cada um dos temas foram criadas ilustrações específicas, projectadas e manipuladas digitalmente em tempo real durante a sua execução. Os nove temas do álbum, gravados e filmados ao vivo no decorrer do concerto, são intercalados com histórias do disco e dos Mão Morta relatadas por Adolfo Luxúria Canibal, Miguel Pedro e António Rafael, membros da banda, Carlos Fortes, ex-membro da banda e principal compositor de “Mutantes S.21”, Vítor Silva, ex-manager da banda e editor do álbum, José Forte, responsável pelo seu som, José Carlos Costa, autor da capa e do design da edição, e João Martinho Moura, responsável pela manipulação digital das ilustrações na digressão comemorativa dos seus vinte e cinco anos, e com documentos da época, nomeadamente  filmagens do concerto acontecido vinte e cinco anos antes. O resultado é um retrato inédito e assertivo de um tempo e de uma banda – e de um disco – que fazem parte da história da música portuguesa.

CENTRO CULTURAL OLGA CADAVAL Auditório Acácio Barreiros
Domingo 17, às 19h30
Apresentado por Mão Morta

 

WIM WENDERS MEETS TERESA SALGUEIRO – LISBON STORY, 25 ANOS DEPOIS
A marcar este “re-encontro” entre Wim Wenders e Teresa Salgueiro, nos 25 anos de Lisbon Story / Viagem a Lisboa, que o LEFFEST celebra nesta edição, a cantora presenteia-nos com um concerto dedicado ao realizador, no qual contará com a participação dos músicos José Peixoto, Fábio Palma, Óscar Torres e Rui Lobato. «Nos concertos, ela é muito bonita de se ver, porque não se exibe, mas põe todo o seu cantar ao serviço da música. Ela está simplesmente ali, e projecta-se, sem dar espectáculo. Ela apenas põe a sua voz e a sua atitude a servir a música. E, ao representar, fá-lo exactamente da mesma maneira. Fez tudo com muita seriedade e de uma forma muito bonita. E, tal como o Rudiger, com algum humor. Não sabia o que podia esperar da Teresa, ela nunca tinha representado mas foi maravilhosa. Acho que ela tem um talento natural.» Wim Wenders sobre Teresa Salgueiro.

TEATRO TIVOLI BBVA
Domingo 24, às 18h00
Concerto de Teresa Salgueiro – 12€

A CASA NA PRAÇA TRUBNAIA – FILME-CONCERTO com Mão Morta
A Casa na Praça Trubnaia é uma comédia de 1928 do cineasta russo Boris Barnet, construída como uma sátira à hipocrisia da pequena-burguesia que, na sequência da Nova Política Económica (NEP) de Lenine, sobrevivera à Revolução de 1917 e que sorrateiramente continuava a explorar os necessitados, iludindo os sindicatos. Os Mão Morta, na versão Redux – um retorno ao formato trio dos primórdios, agora com Adolfo Luxúria Canibal, Miguel Pedro e António Rafael –, compuseram uma banda-sonora original para esta obra-prima do cinema mudo soviético e tocam-na ao vivo, acompanhando a exibição.

CENTRO CULTURAL OLGA CADAVAL Auditório Acácio Barreiros
Domingo 17, às 17h00
SESSÃO ESPECIAL

CONCERTO MARIA JOÃO PIRES
A pianista Maria João Pires, uma das maiores intérpretes mundiais, integra o júri da Selecção Oficial em Competição da 13ª edição do LEFFEST, ao lado de Wagner Moura, Yasmine Hamdan e Victoria Guerra. No domingo, 17 de Novembro, às 19h, no Centro Cultural Olga Cadaval, Maria João Pires estará presente para interpretar algumas peças por si escolhidas e para uma conversa com o jornalista Luís Caetano e o produtor e director do LEFFEST Paulo Branco.

MARIA JOÃO PIRES Concerto e conversa com Luís Caetano e Paulo Branco
Centro Cultural Olga Cadaval Auditório Jorge Sampaio
Domingo 17 Novembro, às 19h00
Bilhetes: 7 euros

Para consultares toda a programação, clica aqui.