A Famosa Tatuadora Kat Von D Estreia-se na Música

A Famosa Tatuadora Kat Von D Estreia-se na Música

Redacção

A multifacetada Kat Von D iniciou um novo e electrizante capítulo na sua carreira com o lançamento do seu single de estreia e vídeo para “Exorcism”, faixa daquele que será o seu primeiro álbum, “Love Made Me Do It”, a 27 de Agosto.

“Exorcism” leva o ouvinte numa viagem de reflexão através dos ciclos de amor e perda, renascimentos e passagens, os sentimentos de vulnerabilidade e dificuldades que uma mulher enfrenta ao atravessar desafios na sua vida. Uma queima lenta cinematográfica e sinfónica, a emocional canção  evoca maravilha, tranquilidade, alegria, dor e, por fim, esperança.

«Escrevi ‘Exorcismo’ depois de ter visto compulsivamente  todos os filmes de exorcistas que já foram feitos», disse Kat. «Adorei a ideia de associar o acto de estar possuído por algo fora do teu controlo ao que o amor por vezes pode fazer sentir; perder-se noutra pessoa e, por vezes, isso deixar-nos amachucados».

O press release diz-nos que “Love Made Me Do It” situa-se no centro do universo de Kat, provando que a música é a sua primeira e mais forte paixão. Tendo sido uma pianista classicamente treinada desde a sua juventude com um profundo apreço por música de todos os géneros, Kat despejou a sua alma neste álbum de estreia há muito esperado e completo.

1. Vanish Intro; 2. Vanish; 3. Enough; 4. Exorcism; 5. Protected; 6. Fear You; 7. I Am Nothing; 8. Lost At Sea; 9. Interlude; 10. Pretending; 11. Easier Sung Than Said; 12. The Calling

Muito antes de fazer história no mundo das tatuagens, dos programas de televisão omnipresentes, dos livros mais vendidos e de um influente império de beleza, Kat Von D sentou-se ao piano durante quase duas horas por dia e tocou. Na essência, a música tornou-se a sua primeira linguagem criativa e o meio de comunicação mais fiável. A sua formação clássica e uma profunda apreciação pela música de todos os géneros, essencialmente, sublinharam a sua vida.

Estudou canto com Ken Tamplin, seis dias por semana, reforçando a sua voz. Em 2012, começou a escrever com Linda Perry, nomeada aos GRAMMY Awards. Na sequência desta experiência, Kat continuou a escrever por conta própria, sentada ao piano e a convocar canções de pura emoção.

Durante 2014, retirou-se para Londres para gravar a mistura original do que viria a ser o seu álbum de estreia completo, “Love Made Me Do It” (KVD/Kartel Music Group) antes de o cimentar com a sua banda – Gregg Foreman AKA Mr. Pharmacist (synth 1), Sammi Doll (synth 2), Dave Parley (bateria), e Brynn Route.

Dan Haigh da Gunship tratou da mistura. Um pastiche de sintetizadores analógicos mutáveis, paisagens de sonho pós-punk, matizes góticos e magnetismo pop tímido, estas onze canções ecoam a vontade eterna dos corações perenemente quebrantados de amar até à morte.

O pre-order do álbum está disponível AQUI. Disparem o tema no player em baixo.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.

EGITANA