Aparentemente Eddie Van Halen Encostou uma Pistola à Cabeça de Fred Durst

Aparentemente Eddie Van Halen Encostou uma Pistola à Cabeça de Fred Durst

Nero

Um livro recentemente publicado, centrado no icónico guitarrista dos Van Halen, refere que Eddie teve um desentendimento com o frontman dos Limp Bizkit e acabou por ameaçá-lo com uma arma de fogo.

Este insólito episódio vem relatado no novíssimo livro Eruption In The Canyon: 212 Days And Nights With The Genius Of Eddie Van Halen. O seu autor é Andrew Bennett, que passou vários anos da primeira década deste milénio a filmar os Van Halen em estúdio.

Toda a alegada situação tem início quando Eddie Van Halen e Fred Durst foram apresentados numa festa, pouco após a saída de Wes Borland dos Limp Bizkit. Há relatos dessa altura que afirmam que Eddie realizou uma audição para o lugar de Borland. Sob instruções de um executivo da editora, Limp Bizkit e Eddie juntaram-se numa casa em Beverly Hills para ensaiar, mas o guitarrista abandonou o local quando viu toda a gente a fumar erva. Saindo à pressa, deixou aí ficar todo o equipamento que levou para tocar.

No dia seguinte, tentando recuperar o seu material, não conseguiu contactar Durst. Quando no dia seguinte os seus esforços também se revelaram inúteis, Eddie enfiou-se num SUV que, de acordo com Bennett, tinha um esconderijo ilegal para uma arma. Passamos a palavra a Bennett.

«O Eddie conduziu aquele veículo de assalto por L.A., até Beverly Hills, depois estacionou-se e deixou-o de motor ligado no relvado da entrada da casa onde os Limp Bizkit estavam a ensaiar. Ele saiu [do carro] em tronco nú, o seu cabelo apanhado num toutiço, as jeans presas por um pedaço de corda e as botas da tropa presas por fita-cola. E levava uma pistola na mão. “Aquele idiota abriu a porta” [contou Eddie a Bennett, de acordo com o livro]. Encostei a minha pistola aquele estúpido boné vermelho que ele usa e disse, “Onde estão as minhas m*rdas, seu filho da p*ta? Aquele c*ralho chamou um empregado e pôs-se aos gritos para irem buscar as minhas m*rdas…” O Eddie Van Halen esteve ali no relvado de entrada de uma zona de residências em Beverly Hills, à luz do dia, a fumar um cigarro e a apontar uma arma ao Fred Durst, enquanto este andava de um lado para o outro, entre a casa e o SUV, a carregar amps e guitarras».