As reacções à morte de Neil Peart, para muitos o melhor baterista do mundo

As reacções à morte de Neil Peart, para muitos o melhor baterista do mundo

Redacção

O mundo da música está de novo em luto. Mais um dos grandes que não venceu a luta injusta contra o cancro.

O lendário baterista dos Rush, para muitos o melhor do mundo, morreu aos 67 anos de idade, na passada terça-feira, dia 07 de Janeiro, em Santa Mónica, na Califórnia. A causa da morte foi um tumor cerebral, com o qual Peart lutou discretamente nos últimos três anos, de acordo com Elliot Mintz, porta-voz da família Peart. Um representante da banda confirmou a notícia.

Neil Peart foi um dos melhores bateristas na história da música. Nascido a 12 de Setembro de 1952, em Ontário, no Canadá, a sua proficiência técnica e virtuosismo fundaram uma nova era no prog rock. O baterista juntou-se a Geddy Lee e a Alex Lifeson em 1974, substituindo John Rutsey (que gravou o primeiro álbum dos Rush) quando a vida pessoal deste o impediu de assumir a primeira digressão da banda. Apesar de ser considerado um portento técnico, Peart foi sempre um acérrimo auto-didacta.

As reacções a esta perda já inundaram a internet.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Such a loss, one of my favorite musicians of all time. His influence and music will live on through anyone who picks up an instrument #neilpeart

Uma publicação partilhada por Taylor Momsen (@taylormomsen) a

Ver esta publicação no Instagram

RIP #NeiPeart

Uma publicação partilhada por Slash (@slash) a