AS10: Martin Luther King Jr.

AS10: Martin Luther King Jr.

Tiago Varzim

Esta semana comemora-se mais um aniversário de Martin Luther King Jr., o homem que inspirou o mundo com o seu sonho capaz de mudar o mundo.

Nos EUA a data de aniversário de King, 15 de janeiro, é comemorada por todos os americanos com um feriado nacional. O movimento de defesa dos direitos civis que o ativista liderou foi determinante para o seu povo. Apesar de ter sido assassinado em 1968, a sua mensagem passou gerações e… chegou à música. Ouve aqui 10 músicas que se inspiraram ou dedicaram a Martin Luther King Jr:

1. U2 – Pride (In The Name Of Love)
Quando os U2 estavam a escrever “Pride (In The Name Of Love)” esqueceram-se de ir ao Google pesquisar pelos factos verdadeiros… Okay, a internet estava longe de ser o que é hoje, mas Bono e companhia cometeu uma gaffe na letra: : “Early morning, April 4/Shot rings out in the Memphis sky/Free at last, they took your life/They could not take your pride.” Na verdade, King foi assassinado ao final da tarde. Seja como for, esta é das principais canções de tributo a Martin Luther King. Vale a pena ouvir:

2. John Legend & Common – Glory
A theme-song do filme “Selma”, uma homenagem a Martin Luther King, recebeu um Globo de Ouro no domingo passado [11 de janeiro] e é a mais recente música sobre o ativista norte-americano. “One day when the glory comes it will be ours“, canta Legend: “we will be sure glory“. Um dos vídeos mais poderosos que aqui podes ver:

3. Common – Dream
Já que falamos da parceria de Common com Legend, que tal o rapper a solo? Com o bit da famosa frase “I Have A Dream“, Common juntou-se ao produtor Will.i.am para compor a theme-song do filme “Freedom Writers“. “Dream” fala de liberdade de expressão, da dor, da esperança, da luta.

4. Stevie Wonder – Happy Birthday
De 1981, esta foi a canção da campanha para tornar o dia de aniversário de Martin Luther King feriado nacional. Essa proeza, em todos os estados americanos, só foi alcançada em 1984, com Ronald Reagen a introduzir na lei americana o dia em memória de King. “Eu nunca compreendi como um homem que morreu a lutar pelo bem não pode ter um dia especial para o seu reconhecimento“, canta Stevie Wonder em “Happy Birthday“.

5. Queen – One Vision
O elétrico Freddie Mercury canta e encanta nesta “One Vision“: “vejam o que eles fizeram ao meu sonho“. A paixão é visível no vídeo da canção que nos dá vibes positivas em relação a um futuro com mais esperança. Afinal, é disso que se trata quando falamos em Martin Luther King. Aqui, neste caso, quando cantamos sobre King:

6. Bruce Springsteen – We Shall Overcome
O protesto em forma de canção: é assim que podemos descrever “We Shall Overcome” do ‘The Boss‘. Retirado do álbum “Seeger Sessions“, de 2006, o tema inspira-se nos movimentos de defesa dos direitos civis nos EUA, onde se enquadra King, a meio do século passado. Uma balada fortíssima que faz um tributo à paz e à liberdade:

7. Ben Harper – Like A King
Em 1994 Ben Harper dava os primeiros passos na música. Com “Welcome To The Cruel World” estreou-se nos álbuns de estúdios, de onde saiu “Like A King“: esta é uma canção que mistura a história de Martin Luther King à história de Rodney King, um homem que foi morto pela polícia de Los Angeles no início dos anos 90, alegadamente de forma violenta.  “O sonho do Martin tornou-se o pesadelo de Rodney”, canta Harper.

8. U2 – MLK
Martin Luther King inspirou mesmo os U2. A banda irlandesa não só compôs “Pride (In The Name Of Love)” como “MLK“, as duas para o mesmo álbum: “The Unforgettable Fire“, de 1984, o quarto álbum de estúdio dos U2. “MLK” fecha o álbum e mostra como o ativista influenciou não só a América como o mundo inteiro.

9. Elvis Presley – If I Can Dream
Escrita exatamente no ano em que Martin Luther King morreu, Presley preta aqui a sua homenagem ao seu contemporâneo que lutou pelos direitos civis. “If I Can Dream” marcou o ‘renascimento’ do rei do rock’n’roll que ficou marcado, nesse mesmo ano, pelo espetáculo Elvis, emitido pela NBC, para o qual esta canção foi produzida. Para terminar o espetáculo que marcava o regresso após sete anos a participar em bandas sonoras de filmes, Presley escolheu”If I Can Dream“:

10. David Carreira – A Força Está Em Nós
Em Portugal, a falta de letristas dedicados à obra de Martin Luther King é evidente. Foi o mais novo da família Carreira na música que deu atenção ao ativista no tema “A Força Está Em Nós” em colaboração com o norte-americano Snoop Dogg. Boa sorte a tentares perceber o que David Carreira diz quando, supostamente, está a referir-se a Martin Luther King:

EGITANA