Axl Rose Abre Portas a Novo Álbum de Guns N’ Roses

Axl Rose Abre Portas a Novo Álbum de Guns N’ Roses

Nero

Axl Rose teceu comentários sobre a massiva digressão de reunião e sobre a possibilidade de um novo álbum de Guns N’ Roses, escrito com Duff e Slash.

Axl Rose, o irascível frontman dos Guns N’ Roses, comentou sobre a possibilidade de a banda criar nova música, após o encerramento das datas deste Verão da Not In This Lifetime Tour, digressão que tornou a reunir Slash e Duff a Axl e que passou por Lisboa em 2017.

«Neste momento o nosso foco são os concertos e a digressão, mas todos se estão a dar bastante bem, portanto, nunca se sabe». Declarações de Axl na Islândia, após um épico concerto de três horas e meia, em Reiquiavique, diante de 25 mil fãs (cerca de 7% da população total do país) e que se tornou no maior concerto de sempre da capital islandesa.

Havia várias dúvidas quanto ao sucesso dos concertos e da própria reunião, mas os Guns têm mantido padrões bem elevados ao longo de toda a digressão, algo a que Axl Rose também se referiu: «Todos desejam dar o seu melhor para os fãs, para cada um dos outros e para toda a equipa. Cada um puxa pelo próximo com a sua prestação e empenho. E todos os concertos e públicos, cada um com os seus próprios destaques, são diferente e há algo específico em cada um que fica gravado na memória».

A digressão que reconciliou metade dos gunners originais teve início a 01 de Abril de 2016, num limitadíssimo concerto no Troubadour, em Los Angeles (uma homenagem aos primeiros dias da banda), e já vai no seu terceiro ano na estrada, tendo já entrado para os primeiros cinco lugares das digressões mais bem sucedidas em venda de bilhetes, acumulando um total superior a 500 milhões de dólares.

Depois dos concertos em território europeu, irão decorrer ainda algumas datas no continente americano no princípio do Outono. Depois disso, Slash irá focar-se no seu projecto a solo e existem rumores de que Axl Rose se irá juntar novamente a Angus Young, para um novo álbum de AC/DC. A espera por “Chinese Democracy” foi de 14 anos, tendo já sido editado em 2008. Este ano foi reeditado o álbum de estreia da banda. Não custaria esperar mais meia década para ter um novo álbum dos Guns N’ Roses.