David Ellefson, Assédio Sexual de Menores, Verdades e Mentiras

David Ellefson, Assédio Sexual de Menores, Verdades e Mentiras

Redacção

ACTUALIZAÇÃO: Na sequência do escândalo de cariz sexual em que David Ellefson se viu envolvido recentemente, os Megadeth decidiram separar-se do seu baixista. O comunicado é assinado por Dave Mustaine. Ler o comunicado completo, aqui.


O baixista dos Megadeth, David Ellefson, utilizou as redes sociais para se defender da acusação que lhe foi feita por, alegadamente, ter enviado vídeos, em que aparece nu, para uma menor de idade. Entretanto, a mulher envolvida veio defender o músico, dizendo que à época não só não era menor de idade, como tudo aconteceu com o seu consentimento. Os Megadeth também já se pronunciaram.

Depois do sucedido com Marilyn Manson há cerca de três meses, há agora mais um caso de assédio sexual a pairar sobre a indústria musical. O baixista David Ellefson, dos Megadeth, foi recentemente acusado de ter enviado fotografias de cariz sexual para uma mulher (cujo nome no Instagram é @edaphosauruses) de, alegadamente, 17 anos de idade. Os registos enviados por David Ellefson, oriundos de gravações feitas através de videochamadas, foram tornados públicos por uma terceira pessoa, que obteve acesso ao material e o divulgou no Instagram sob o pseudónimo @woahworst.

Tanto o músico como a mulher envolvida – supostamente chamada Daphne, actualmente com 19 anos e residente na Finlândia – já vieram a público prestar declarações sobre o caso. David Ellefson assume ter enviado, de facto, as ‘nudes’, acto de que se arrepende, mas garante que a visada não só não era menor de idade, como consentiu o envio das imagens.

«Algumas conversas e interações privadas e pessoais surgiram online, sendo divulgadas com má intenção por um terceiro que não estava autorizado a tê-las ou a partilhá-las. Embora seja constrangedor, quero abordar isto da forma mais aberta e honesta possível», começou por declarar Ellefson. O músico, que é casado com Julie Foley Ellefson desde 1994 e pai de dois filhos, completa assim a sua declaração: «Por mais que não seja algo de que me orgulhe, eram interações adultas, privadas, que foram tiradas do contexto e manipuladas para infligir o máximo de dano à minha reputação, à minha carreira e à minha família».

Juntamente com a sua declaração, David Ellefson partilhou também uma publicação que será alegadamente da mulher com quem teve as interações virtuais. «A outra parte envolvida divulgou um comunicado que pode ser visto aqui. Agradeço-lhe por ter feito isso e espero que esclareça que a situação não aconteceu exactamente como foi apresentada», afirmou o músico.

No post divulgado por Ellefson – que podes ver mais abaixo -, a mulher envolvida no caso declarou: «Sou a rapariga sobre quem as pessoas andam a falar nos posts sobre David Ellefson e quero contar o meu lado da história, pois estão a partilhar informações falsas e a situação está a ficar fora do controlo. Sim, aquelas videochamadas aconteceram, mas fui eu que as iniciei e não era menor de idade, sempre fui uma adulta que consentiu. Nada inapropriado aconteceu antes disso. Foi tudo consensual, não sou vítima e não houve ‘grooming’. Fui apenas inocente de gravar e mandar a uma pessoa sem a permissão dele [David Ellefson]. Foi tudo consensual e online. Não sei como chegou a este ponto, mas muitas informações estão a ser omitidas por pessoas que querem afectá-lo. Peço a todos para que parem de partilhar esses vídeos privados ou informações pessoais».

Nas últimas horas, nas redes sociais, têm sido muitas e diversas as manifestações dos internautas, uns defendendo o baixista após as declarações da própria jovem, outros insultando-o e exigindo a sua saída dos Megadeth, que se encontram actualmente a finalizar as gravações do seu próximo álbum de estúdio.

Entretanto, os Megadeth divulgaram uma nota, nas redes sociais, sobre a situação que envolve David Ellefson. «Estamos cientes das declarações recentes sobre David Ellefson e estamos a acompanhar a situação de perto. No que se refere à criatividade e aos negócios, estamos todos familiarizados uns com os outros. No entanto, existem aspectos da vida privada de David que manteve em sigilo. Conforme a situação se desenrolar, é importante que todas as vozes sejam ouvidas com clareza e respeito. Esperamos que a verdade seja esclarecida». Podes ver o comunicado a seguir à imagem do post de David Ellefson.

EGITANA