Bastidores da tour dos Queen com Adam Lambert

Bastidores da tour dos Queen com Adam Lambert

Tiago Varzim

São quase 16 minutos de descoberta pelo interior da Tour Village, palco onde Adam Lambert junta-se aos Queen para fazer uma série de concertos em jeito de recordação. A tour vem em breve para a Europa.

Os ensaios podem, por vezes, ser duros. Dito isto, nada como animar um doloroso dia de preparação com filmagens dos bastidores: foi isso que Brian May fez, mostrando assim o interior da Tour Village que traz Adam Lambert como voz principal, depois de May admitir que a combinação com Paul Rodgers não resultava. Com uma ‘selfie stick‘ e uma crew a segui-lo com uma câmara, o guitarrista mostrou toda a atmosfera de um concerto ao vivo que se prepara, em breve, para chegar à Europa.

Freddie Mercury teria aprovado Adam Lambert”

“O Adam é muito parecido ao Freddie de várias formas“, confessou May. Contente com a escolha, o guitarrista não pressiona Lambert: “isto não significa que o Adam tenha de tentar ser como o Freddie, o que é uma coisa boa“, explica, acrescentando que Adam Lambert tem o seu próprio estilo, “não imita“. “Freddie Mercury teria aprovado Adam Lambert“, conclui.

Brian May teceu largos elogios a Adam Lambert no que toca à sua capacidade vocal: “Ele consegue cantar todos os versos. Estas canções são difíceis. (…) Há muitos bons cantores que não conseguem cantar os temas dos Queen“, argumenta. May até admitiu que Adam Lambert consegue cantar notas mais altas do que as que Freddie Mercury alguma vez conseguiu ao vivo.

No longo leque de elogios, May acentua também a capacidade de Lambert em ser o espetáculo: “há pessoas que chegam ao palco e facilmente conectam com o público; o Freddie era uma dessas pessoas, sem dúvida, e o Adam também tem isso“. O guitarrista realça que essa capacidade é importante para uma banda, uma vez que Adam Lambert acaba por ser o canal que leva a banda até ao público.

A parceria vem já desde 2009, no American Idol, altura em que Lambert, May e Roger Taylor juntaram-se para interpretar “We Are The Champions“. Essa atuação foi seguida por outra, dois anos depois, nos MTV EMA’s, em Belfast, Irlanda, com uma versão de oito minutos de “The Show Must Go On“, “We Will Rock You” e “We Are The Champions“. No verão de 2012, Lambert já estava em palco com os Queen numa série de concertos pela Europa.

EGITANA