Beastie Boys acusados de plágio

Nero

A acusação partiu da editora norte-americana TufAmerica e alega que os Beastie Boys “samplaram” as canções “Say What” e “Drop the Bomb”, originais dos Trouble Funk, sem qualquer permissão e sem publicação dos créditos devidos nos álbuns “License to Ill” e “Paul’s Boutique”.

A queixa foi apresentada em tribunal em Maio passado. Os responsáveis da editora apresentam as suas provas com base “numa análise meticulosa do áudio em causa”, argumentando que os samples “foram habilmente disfarçados para o ouvinte comum”.

A aparente falta de solidez das provas fez com que os advogados dos Beastie Boys pedissem ao tribunal que o caso fosse desconsiderado uma vez que é o próprio queixoso que admite que “o observador casual não é capaz de identificar as composições musicais e gravações áudio propriedade do queixoso… e portanto não pode haver uma similaridade substancial”. Da mesma forma os advogados dos Beastie Boys questionam o facto de a TufAmerica ter levado 20 anos a mover o processo.

Por seu turno, Mike “D” Diamond, membro dos Beastie Boys, passou o feriado americano do Thanksgiving num centro de apoio às vítimas do Furacão Sandy, prestando apoio social e aproveitou para dizer à imprensa que pretende contribuir com algo, musicalmente, que possa ajudar a aliviar o sofrimento causado pelos danos.

EGITANA