Beatles: Filme de Peter Jackson Expandido para Documentário de 6 Horas

Beatles: Filme de Peter Jackson Expandido para Documentário de 6 Horas

Redacção

Peter Jackson expandiu o seu documentário “The Beatles: Get Back” de um filme independente para uma série em três partes, exibido durante três noites na Disney+, em Novembro.

Para realizar o documentário que narra a produção do penúltimo álbum dos Beatles, “Let It Be”, Peter Jackson teve acesso a 55 horas de filmagens nunca publicadas e 140 horas de áudio tiradas das sessões de gravação, que depois restaurou utilizando as mesmas técnicas desenvolvidas para o seu aclamado documentário da Primeira Guerra Mundial, “They Shall Not Grow Old”.

Jackson passou os últimos três anos a editar filmagens originalmente capturadas por Michael Lindsay-Hogg para o seu filme “Let It Be”. O realizador de “Lord of the Rings” terá descoberto demasiadas coisas boas para um só filme, por isso, juntamente com a Disney, tomaram a decisão de lançar o documentário em três parcelas de duas horas.

«Em muitos aspectos, as imagens notáveis de Michael Lindsay-Hogg captaram múltiplos enredos» disse Jackson. «É história de amigos e de indivíduos. É a história de fragilidades humanas e de uma parceria divina. É um relato detalhado do processo criativo, com a elaboração de canções icónicas sob pressão. Mas não é nostalgia. Ao longo de seis horas, vão conhecer os Beatles com uma intimidade que nunca pensaram ser possível».

Segundo a Vanity Fair, que publicou um primeiro olhar exclusivo sobre o documentário, parte da razão da sua expansão deveu-se à insistência de Jackson, Paul McCartney e Ringo Starr em ter o concerto no telhado no Savile Row de Londres – a actuação final da carreira da banda – mostrado na íntegra.

“The Beatles: Get Back” será transmitido no fim-de-semana de 25, 26, e 27 de Novembro na Disney+. Carrega no play para veres o teaser.

EGITANA