Bob Dylan Processado Após Venda De Catálogo À Universal

Bob Dylan Processado Após Venda De Catálogo À Universal

Redacção

Bob Dylan foi processado pela esposa do falecido colaborador Jacques Levy após recente venda do catálogo do artista à Universal. Claudia Levy reclama 7,25 milhões de dólares.

A esposa do falecido Jacques Levy (que colaborou com Bob Dylan no álbum “Desire”, de 1976), alega que Levy não foi suficientemente compensado pelos seus créditos nesse disco e exige agora 7,25 milhões de dólares.

Recorde-se que Dylan vendeu recentemente os direitos de todo o seu catálogo de composição de canções ao Universal Music Group por 300 milhões de dólares. Contudo, e de acordo com documentos do tribunal obtidos pelo New York Post, a esposa de Jacques Levy, Claudia, está agora a processar tanto Dylan como a Universal em 7,25 milhões de dólares.

Jacques Levy foi um colaborador proeminente no álbum “Desire”, tendo o falecido compositor sido creditado na maioria das faixas do álbum. O álbum encabeçou mesmo a tabela dos álbuns Pop da Billboard durante cinco semanas.

Segundo os documentos apresentados no Supremo Tribunal de Manhattan pelos queixosos, Claudia Levy reclama ter direito a 35% «de todo e qualquer rendimento ganho pelas composições», incluindo «35% do preço pago a Dylan» na recente operação de venda de catálogo à Universal.

«Dylan envolveu-se num padrão civilmente errado e num historial de ignorar e desrespeitar intencional e maliciosamente os direitos do queixoso, incluindo os rendimentos e toda e qualquer receita gerada pelas composições, incluindo a compra sujeita da venda por catálogo», reclama a esposa de Levy.

Numa declaração à Pitchfork, o advogado de Bob Dylan, Orin Snyder, negou as reivindicações feitas pelo património do Levy e descreveu o processo como «uma triste tentativa de lucrar injustamente com a recente venda de catálogos», sublinhando: «Os queixosos receberam tudo o que lhes era devido. Estamos confiantes de que iremos prevalecer. E quando o fizermos, responsabilizaremos os queixosos e os seus advogados por apresentarem este caso sem mérito».

Jacques Levy faleceu em Setembro de 2004, tendo trabalhado como compositor, director de teatro e psicólogo clínico durante a sua vida.

Ao chegar a um acordo com a Universal, Bob Dylan juntou-se a um punhado de outros nomes de destaque, tais como Neil Young, Lindsey Buckingham, Blondie, Mick Fleetwood na recente venda dos seus catálogos a editoras.

EGITANA