Coimbra Recebe Terceiro Espectáculo Teste-Piloto

Coimbra Recebe Terceiro Espectáculo Teste-Piloto

Inês Barrau

A Praça da Canção, em Coimbra, recebe no dia 8 de Maio o terceiro concerto teste-piloto em Portugal, com as atuações de Anaquim, The Twist Connection, Birds are Indie e Portuguese Pedro.

O evento, organizado no âmbito da candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027, tem início às 20h30 com abertura de portas às 19h15.

Numa coorganização entre a Câmara Municipal de Coimbra, a APEFE – Associação de Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos, APORFEST – Associação Portuguesa de Festivais de Música e APSTE – Associação Portuguesa de Serviços Técnicos para Eventos, em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa, a Roche e WiseSafety, o grande objectivo é de obter os estudos clínicos pelas autoridades de saúde que permitam o aumento das lotações de salas de espetáculos e a viabilidade de grandes eventos, como os festivais ou festas da cidade.

Este evento teste-piloto na Praça da Canção contará com uma preparação para uma plateia em pé de 1.000 pessoas, divididas em grupos de 250, em que o uso da máscara e a apresentação do teste rápido antigénio negativo feito no dia do espetáculo é obrigatório.

Os bilhetes, disponíveis dia 30 de abril na Ticketline, têm um custo de 2€ – com teste incluído -, em que a receita reverterá para a União Audiovisual. A compra dos mesmos é concluída através do agendamento de um Teste Rápido Antigénio (por colheita de exsudado nasofarínge), realizado no dia 8 de maio a partir das 10h, pela Cruz Vermelha Portuguesa, na Praça da Canção.

Com esta abordagem será possível avaliar um regresso às atividades culturais na maior segurança, em conformidade com o Diploma aprovado em Conselho de Ministros no dia 1 de abril de 2021, na sequência do trabalho desenvolvido entre o Ministério da Cultura e da Saúde, com as entidades representativas do sector cultural.

Os espectadores deverão responder a estes critérios para a sua participação nos eventos teste-piloto:
– Exclusivo a residentes em Portugal;
– Faixa etária entre os 18 e 65 anos;
– Não pertençam a nenhum grupo de risco;
– Não tenham estado em contacto com infectados nos últimos 14 dias;
– Não tenham contacto regular com pessoas de risco;
– Não tenham estado infetados com COVID-19 nos últimos 90 dias;
– Aceitam realizar teste-rápido no dia do espetáculo, com entrada permitida apenas a quem testar negativo;
– Direito a reembolso se testar positivo;
– Consentimento tratamento de dados e permissão para serem contactados pela DGS.
EGITANA