Com os Palcos a Meio Gás, Como Fazer um Concerto Online no Twitch?

Com os Palcos a Meio Gás, Como Fazer um Concerto Online no Twitch?

Redacção

Os concertos online já não são coisas do futuro. Este texto contém as noções básicas para quem quiser entrar no mundo dos livestreams através da rede social Twitch.

Com meio mundo confinado em casa, com salas de espectáculos fechadas e a indústria mais ou menos à espera de perceber o que lhe reservam os próximos tempos, os concertos na internet ganharam terreno de uma forma que há uns anos seria inimaginável.

Se, no início da pandemia, plataformas como Instagram Live ou Facebook Live eram as eleitas da maioria, nos últimos meses assistiu-se ao crescimento da importância de um terceiro jogador, o Twitch, uma plataforma em clara ascensão.

Originalmente, o conteúdo principal do Twitch era a transmissão para uma comunidade de público que assiste a vídeos de jogos e conversa ao mesmo tempo. Tanto jogos mais mainstreaming como “Grand Theft Auto V”, Minecraft, FIFA ou por exemplo jogos de azar, e podes encontrar vários em https://pt.top100.casino/ratings/best-casino-welcome-bonus. Para saber mais sobre este site, consulta ou faz uma análise ao slotv casino, aqui. No entanto, o Twitch ganhou fama e as características desta plataforma fizeram dela imediatamente apetecível para músicos e artistas, quer pela capacidade de transmissão em directo – vai até 48 horas seguidas –, quer pela facilidade de comunicação entre utilizadores, além de que os fãs podem apoiar monetariamente os seus artistas preferidos.

Hoje em dia, muitos artistas têm o seu canal no Twitch, transmitem concertos ou ensaios que são vistos pela comunidade ou audiência criada por esses mesmos artistas. Mas há mais: músicos e público podem comunicar diretamente e, com a partilha de ecrãs, os artistas podem, por exemplo, partilhar com os fãs todo o processo de composição de uma música, desde a criação do beat até à linha de voz. Sem segredos.

Mas centremo-nos nos concertos. O que é então necessário saber e fazer para se transmitir um concerto em directo através do Twitch?

Em primeiro lugar, naturalmente, é necessário criar uma conta no Twitch. O processo é simples e gratuito. Depois de personalizados todos os campos do perfil da conta, convém instalar dois programas. Aqui entramos no departamento de software.

É possível entrar ao vivo rapidamente através de um navegador ou dispositivo móvel, mas preparar uma transmissão realmente personalizada com uma boa imagem vai exigir programas especiais. Um desses programas é o Twitch Studio (Mac/PC), que é gratuito e projetado do zero para ajudar novos streamers a entrar ao vivo no Twitch numa questão de poucos minutos. O programa proporciona uma configuração guiada simples que analisa o teu sistema e te acompanha em cada etapa. O outro programa necessário é o Streamlabs OBS (Mac/PC), que permite que utilizadores de PC ou Mac possam preparar e transmitir rapidamente com uma configuração guiada e alertas integrados.

Quanto ao hardware, é necessário um computador potente para aguentar as transmissões, com um processador e uma placa de vídeo atuais. É necessária uma ligação de internet com uma velocidade de upload que seja pelo menos de 5 a 10 Megabits por segundo (Mbps), sendo ainda recomendado o uso do cabo ethernet pois garante uma ligação mais estável do que o wi-fi. E claro que também serão necessários microfones e respectiva placa de áudio ou mesa de mistura consoante o número de instrumentos em palco e a forma como os queremos captar. Depois de tudo devidamente ligado e de avisada a respectiva comunidade de fãs, incluindo uma descrição e um título para a transmissão, categoria e marcações da transmissão, para que os espectadores possam encontrar, é só tocar e curtir o momento.

Recentemente, foi divulgado um relatório da MIDiA Research, em parceria com o Twitch, que demonstra que os músicos conseguem ganhar mais dinheiro com atuações no Twitch do que através das plataformas tradicionais de streaming. «Os concertos virtuais começaram por ser uma solução para quem queria uma experiência de concerto ao vivo, entre artistas e fãs, durante a pandemia», explicou Mark Mulligan um dos diretores do Twitch. «A sua popularidade crescente levará a indústria da música a aprender com a dos videojogos, até perceber que a intimidade digital é a chave para lucrar com os fãs. E estes benefícios multiplicam-se se os fãs de música foram, também, gamers».

EGITANA