“CORPO i ALMA” é o novo disco duplo de Pedro Abrunhosa

“CORPO i ALMA” é o novo disco duplo de Pedro Abrunhosa

Mariana Matos

O novo trabalho de Pedro Abrunhosa será lançado a 27 de Novembro.

Neste ano atípico de 2020, o músico decidiu aceder ao pedido de tantas pessoas que há mais de uma década lhe vêm pedindo uma antologia. Deste modo, selecionou 36 canções, do “CORPO” e da “ALMA”, nascendo assim“CORPO i ALMA”.

Relativamente à estrutura do trabalho, nas 18 canções que integram a parte “ALMA” do álbum encontram-se “Lua” do disco de estreia “VIAGENS” (1994), “Momento (Uma Espécie de Céu)” de “MOMENTO” (2002) e “Pode O Céu Ser Tão Longe” de “LONGE” (2010), que marcam o lado introspectivo de uma discografia que encontra no “CORPO” o seu contraponto, como em “Dá-me Tudo O Que Tens Para Me Dar” de“TEMPO” (1996), “Diabo no Corpo” de PALCO (2003) ou “É Preciso Ter Calma” e “Socorro” de VIAGENS (1994).

Ao longo deste projecto duplo podemos ainda redescobrir duetos que Pedro Abrunhosa foi levando a cabo ao longo do seu percurso, com alguns nomes da música portuguesa como CamanéLila DownsAna Moura, Carolina Deslandes, ou Lenine.

“CORPO i ALMA” é uma prenda de Natal do artista, um quentinho no coração e um aconchego nos ouvido para os que esperam pelo novo trabalho, a ser editado em 2021.

Recorda o tema “Se Eu Fossa Um Dia O Teu Olhar” e vê aqui o alinhamento de “CORPO i ALMA”:

“CORPO”
“É Preciso Ter Calma”
“Fazer O Que Ainda Não Foi Feito”
“Dá-me Tudo O Que Tens Para Me Dar”
“Diabo no Corpo” – com Lenine
“Fantasia”
“Se Eu Voltar”
“Socorro”
“Vem Ter Comigo Aos Aliados”
“Tenho Uma Arma”
“Talvez Foder” – versão longa
“Estrada”
“Acima & Abaixo”
“Noite Na Noite”
“Rei Do Bairro Alto”
“A Dor Do Dinheiro”
“Toma Conta de Mim”
“Entre A Espada e A Parede”
“Não Posso Mais”
“ALMA”

“Se Eu Fosse Um Dia O Teu Olhar”
“Momento (Uma Espécie de Céu)”
“Não Desistas de Mim”
“Para os Braços da Minha Mãe” – com Camané
“Lua”
“É Difícil”
“Ilumina-me”
“Amor Em Tempo de Muros” – com Lila Downs
“Eu Não Sei Quem Te Perdeu”
“Pontes Entre Nós”
“Tudo O Que Eu Te Dou”
“Dor Sem Alibi” – com Ana Moura
“Como Uma Ilha”
“Deixas Em Mim Tanto De Ti”
“A.M.O.R.”
“Tempestade” – com Carolina Deslandes
“Pode O Céu Ser Tão Longe”
“Será”