COVID-19: Novo estudo mostra que 82% dos inquiridos sentem-se seguros a ir a um festival depois da Quarentena

COVID-19: Novo estudo mostra que 82% dos inquiridos sentem-se seguros a ir a um festival depois da Quarentena

Redacção

Um estudo promovido pela Festicket contou com 110 mil fãs de música ao vivo em toda a Europa.

A Festiticket publicou um estudo que pretendia perceber qual o sentimento dos fãs a respeito de tornarem a ir a concertos e festivais após a quarentena Covid-19. Os resultados são animadores para a indústria da música ao vivo. Segundo o estudo, cerca de 82% dos inquiridos «sente-se confiante em ir a um festival dentro de um a seis meses, após o fim das restrições da quarentena». Mais, dentro desse grupo, «66% afirmam-se dispostos a regressar aos concertos nos próximos um a três meses» e há 30% de pessoas que não pensariam duas vezes em ir «imediatamente» a um concerto, assim que as restrições sejam levantadas. Apenas 11% responderam que só quando houver vacina é que poderão voltar a um festival.

Quando falamos em fazer planos para 2021, o estudo indica que 75% está confiante em comprar bilhetes para 2021 nos próximos dois meses. No entanto, é esperado pelos fãs que tenham lugar medidas adicionais ao nível da higiene, segurança, redução de capacidade dos espaços e uma boa política de reembolso, para sua segurança e preservando os seus direitos. 82% afirma que as condições de reembolso serão determinantes quando considerarem comprar bilhetes para concertos futuros.

Dentro de uma das maiores tendências que surgiram no isolamento, 58% dos inquiridos afirmam que «pagariam para ver um live stream, seja pelo típico bilhete ou através de doação». Houve várias destas iniciativas e, seguramente, mesmo após o levantamento de restrições nas digressões, fica a sensação de que muitos artistas poderão optar por estar forma de comunhão com os seus fãs.

Aliás, recentemente a Festicket lançou uma plataforma para transmissões ao vivo. A Festicket Live permite aos fãs assistirem e interagirem com os artistas, através de transmissões gratuitas ou de acesso pago. A nova plataforma – em parceria com o YouTube e a Vimeo – permitirá aos artistas e aos promotores de eventos configurar as suas páginas de streaming, que incluirão transmissões ao vivo incorporadas, webchat, links para perfis de redes sociais e a opção para incluir uma loja para donativos, produtos, etc.

A Festicket Live permitirá «aos utilizadores a criação de transmissões ao vivo gratuitas e de acesso pago. Esta última combinará a tecnologia de bilheteira avançada da Festicket, o seu marketing e as suas ferramentas de análise em tempo real, que proporcionarão aos artistas e aos promotores uma valiosa fonte de receitas durante estes tempos de incerteza. Quando é necessária a compra de bilhetes, as transmissões serão seguras e suportadas por um paywall associado a uma conta de cliente Festicket, que estará limitada a uma sessão por utilizador em simultâneo.»

No lançamento da Festicket Live, o Diretor de Marketing da Festicket Luís Sousa comentou: «Observou-se um grande aumento na procura de transmissões ao vivo e mais de 60% dos nossos clientes afirmam ter assistido a uma transmissão ao vivo desde que se deu início ao confinamento. Esta tendência não dá sinais de vir a abrandar e poderá mesmo continuar depois do retorno dos festivais e eventos. Assim sendo, procurámos oferecer aos fãs uma plataforma que lhes permitisse interagir com os artistas e com os festivais que mais adoram e que também proporcionasse aos artistas e promotores uma nova forma de rendimento, tendo em conta as pressões sob as quais a indústria se encontra actualmente».

Os artistas e promotores interessados em criar a sua própria transmissão ao vivo na Festicket Live, devem entrar em contacto através do email live@festicket.com para obterem mais informações.

Para veres os todos os resultados do estudo, consulta a infografia em baixo.