Criatura: “Bem Bonda” já está disponível em todas as plataformas digitais

Criatura: “Bem Bonda” já está disponível em todas as plataformas digitais

Redacção

Criatura está de regresso aos discos. “Bem Bonda” sucede ao álbum de estreia “Aurora” (2016) e leva-nos a um novo capítulo no trabalho que o bando de músicos tem vindo a desenvolver na recontextualização da música popular e de intervenção.

A Criatura é um eclético Bando de músicos, artistas e gente que se dedica a revisitar a memória popular do território que habita e que a partir dela se propõe a criar música e arte que nasce de outras formas de olhar, sentir e ser a tradição.

Dez temas, abraçados pelas colaborações com Yaw Tembe (trompete) e do Coro dos Anjos, fazem de “Bem Bonda” uma «narrativa, musical e textual, sobre a acção colectiva, a imaginação da mudança e a preservação da memória como pilar essencial da identidade. Uma ode intervencionista marcada pelo tempo que lhe é dado pelo próprio título: a expressão beiroa para dizer “já chega”.»

“Bem Bonda” é uma obra onde o ímpeto da intervenção cultural, espiritual e social surge tanto através da  palavra, como através do som, ou no incentivo à ação, como a de batermos o pé por um mundo onde possamos continuar a sentir e a deixar que se sinta, antes que seja tarde demais. O disco, por sua vez, é apresentado como «uma ode intervencionista à alternativa de evolução, à necessidade de mudança, à urgência de imaginarmos novos caminhos, sem  esquecermos de onde vimos, da memória e da identidade da cultura que nos faz ser as criaturas que somos.»

O disco já havia sido disponibilizado, através do site bembonda.pt, onde o colectivo criou um espaço de contacto directo com o público. Ao aceitarem fazer parte do “Bando”, os subscritores terão acesso, em primeira mão, a um conjunto de conteúdos exclusivos: áudio, vídeo, imagem, edições físicas, merchandising ou bilhetes de concertos. Uma das oportunidades exclusivas já disponíveis é a oferta opcional da Pedra-Pão, a peça comestível que transforma a pedra da capa do disco em pão. Uma peça criada pelo artista Diogo Vaz Cavaleiro, inspirada na fotografia de João Catarino e Catherina Cardoso, que teve o apoio da Fundação GDA, da Câmara Municipal do Fundão e da Padaria Natural “Peter Pão”.

A Criatura são Acácio Barbosa (guitarra portuguesa), Alexandre Bernardo (bandolim, guitarra acústica, cavaquinho), Cláudio Gomes (trompete), Edgar Valente (voz, piano, teclados e adufe), Fábio Cantinho (bateria), Gil Dionísio (voz e violino), Iúri Oliveira (percussões e Mbira), João Aguiar (guitarra eléctrica), Paulo Lourenço (baixo eléctrico) e Ricardo Coelho(gaita de foles, flauta transversal, ocarina e palheta beiroa).

“Bem Bonda” está disponível para audição na íntegra em várias plataformas digitais.

EGITANA