Dave Grohl, Dio É Deus

Dave Grohl, Dio É Deus

Nero

Dave Grohl considera “Holy Diver”, clássico álbum de Ronnie James Dio, um disco perfeito e admitiu que Vinny Appice foi uma das suas maiores influências.

Dave Grohl foi um dos músicos que participou este ano no evento Bowl For Ronnie. O evento é um torneio de bowling que visa angariar fundos para associações que ajudam pessoas com cancro. à margem do evento, o baterista dos Nirvana e frontman dos Foo Fighters, entre mil outros projectos, falou sobre a influência de Ronnie James Dio na sua carreira e não podia ter sido mais elogioso.

Em resposta a questão do The Blairing Out With Eric Blair Show, Grohl afirmou que «o “Holy Diver” é um dos melhores álbuns de sempre. Quando ouço discos, não ouço apenas as vozes ou apenas as baterias, ouço o disco como um todo. Um álbum como esse, é um disco perfeito». Todavia, Dave Grohl detalhou os motivos da sua opinião, enquanto baterista também: «A prestação do Vinny Appice nesse álbum do car*lhão é uma loucura. Enquanto baterista, ouço esse disco e nãop sei se aquilo que ele fez foi composição ou se eram cenas que lhe surgiam simplesmente da cabeça, mas como baterista, esse álbum foi incrivelmente inspirador e influente. A simplicidade da coisa. É um dos aspectos que sempre adorei na música do Dio, não é excessivamente complexa ou orquestrada; é uma soma de várias partes simples e é poderoso».

O multi-instrumentista referiu de onde vem essa admiração: «Cresci a ouvir essa m*erda. Lembro-me de ter uns 13 ou 14 anos e ver a “Stand Up And Shout” ao vivo no [programa] “Don Kirshner’s Rock Concert”, nas noites de sexta-feira. Isso faz-te querer ser músico. Vês algo assim, tão comovente e inspirador e ficas: ‘Meu Deus! É isto que quero fazer a minha vida toda’. Foi esse o efeito que teve em mim».