David Bowie: 50.º Aniversário de “The Man Who Sold The World” comemorado com Edições Especiais

David Bowie: 50.º Aniversário de “The Man Who Sold The World” comemorado com Edições Especiais

Redacção

Vão ser lançadas via Parlophone duas edições especiais para comemorar o 50.º aniversário do lançamento, no Reino Unido, de “The Man Who Sold The World, a entrada notável de David Bowie nos anos 70.

O álbum deu início à colaboração com o guitarrista Mick Ronson, que participou em clássicos de Bowie como “Hunky Dory”, “Ziggy Stardust” e “Aladdin Sane”e inaugurou uma década de álbuns excepcionais.

A reedição de “The Man Who Sold The World”, em 2020, recuperou o título originalmente destinado ao álbum, “Metrobolist”, e apresentou uma mistura nova feita pelo produtor original, Tony Visconti. O novo CD duplo “The Width Of A Circle”, que tem o seu título inspirado no nome de um quadro pintado por George Underwood, um amigo de Bowie, é uma obra complementar desse álbum.

21 faixas que compõem o seu alinhamento são gravações inéditas ou praticamente desconhecidas e incluem singles não constantes no álbum, a gravação de uma sessão de “BBC In Concert l”, música para uma peça de teatro para televisão e remisturas de Visconti de gravações feitas por Bowie nos anos 70, que revelam os primeiros passos de um som muito próprio que caminhava em direção a “Hunky Dory”.

Esta edição é apresentada no formato de um livro de capa dura com 48 páginas.

No dia 28 de Maio, será também lançado de “The Man Who Sold The World” em formato picture disc com as espantosas imagens a preto e branco da reedição de 1972.

 

DAVID BOWIE – THE WIDTH OF A CIRCLE
Alinhamento:
CD 1
“THE SUNDAY SHOW”, APRESENTADO POR JOHN PEEL
Gravado em 5 de fevereiro e transmitido em 8 de fevereiro de 1970
1.      Amsterdam *
2.      God Knows I’m Good *
3.      Buzz The Fuzz
4.      Karma Man
5.      London Bye, Ta-Ta
6.      An Occasional Dream
7.      The Width Of A Circle*
8.      Janine
9.      Wild Eyed Boy From Freecloud 
10.  Unwashed And Somewhat Slightly Dazed*
11.  Fill Your Heart
12.  The Prettiest Star
13.  Cygnet Committee*
14.  Memory Of A Free Festival*
CD 2
The Looking Glass Murders aka Pierrot In Turquoise:
1.      When I Live My Dream
2.      Columbine
3.      Harlequin (aka The Mirror)
4.      Threepenny Pierrot
5.      When I Live My Dream (Reprise)
Singles
6.      The Prettiest Star (Alternative Mix)
Single lançado em 6 de março de 1970 pela Mercury Records MF 1135. Mistura alternativa inédita criada para promoção no mercado americano.
7.      London Bye, Ta-Ta (2021 Remaster)
Gravada e rejeitada como single de seguimento de ‘Space Oddity’, esta mistura mono foi finalmente editada na caixa Sound & Vision, em 1989.
8.      London Bye, Ta-Ta (1970 Stereo Mix) [2021 Remaster]
Esta mistura estéreo só foi lançada na reedição reformatada da caixa Sound & Vision, em 2003, onde substituiu a mistura mono.
9.    Memory Of A Free Festival (Single Version Part 1) [2015 Remaster]
10.  Memory Of A Free Festival (Single Version Part 2) [2015 Remaster]
Versão elétrica regravada da última faixa do álbum David Bowie (aka Space Oddity) editada como single pela Mercury Records, em 26 de junho de 1970.
11.  Holy Holy [2015 Remaster]
Este single, apoiado pela versão de ‘Black Country Rock’ do álbum The Man Who Sold The World, foi editado pela Mercury Records, em 15 de janeiro de 1971.
Sounds Of The 70’s: Andy Ferris Show 
Gravado em 25 de março e transmitido em 6 de abril de 1970 
12.  Waiting For The Man *
13.  The Width Of A Circle *
14.  The Wild Eyed Boy From Freecloud *
15.  The Supermen*
2020 Mixes
16.  The Prettiest Star (2020 Mix)
17.  London Bye, Ta-Ta (2020 Mix)
18.  Memory Of A Free Festival (Single Version) [2020 Mix]
19.  All The Madmen (Single Edit) [2020 Mix]
20.  Holy Holy (2020 Mix)
* Interpretação de David Bowie e The Tony Visconti Trio (a.k.a. The Hype)

EGITANA