Eddie Van Halen Morreu Vítima de Cancro

Eddie Van Halen Morreu Vítima de Cancro

Redacção

Eddie Van Halen, lendário guitarrista e fundador dos Van Halen, morreu aos 65 anos, a chocante notícia já foi confirmada pelo seu filho Wolfgang Van Halen.

O site TMZ começou por avançar a notícia que Eddie Van Halen teria falecido, depois de uma longa batalha contra o cancro na garganta. Posteriormente, o seu filho Wolfgang Van Halen partilhou nas redes sociais a confirmação oficial, que ninguém queria ler.

Em 2019, surgiram rumores que Van Halen não estaria muito bem de saúde, devido a um cancro na garganta. Há cerca de 20 anos, Eddie Van Halen foi submetido a um tratamento para combater um cancro oral (na língua) e nessa ocasião, EVH removeu parte da língua e, em 2002, foi anunciado que estava totalmente curado.

Entretanto, após o hiato que os Van Halen abriram após a reunião com David Lee Roth, de forma surpreendente, afinal “A Different Kind Of Truth” teve enorme sucesso junto do público e crítica, tal como a digressão que o suportou e que resultou num massivo álbum ao vivo, surgiram rumores sobre se não será o estado de saúde do guitarrista a deter a banda. David Lee Roth, em entrevista no ano passado, pareceu confirmar que era esse, de facto, o cenário. Nos últimos cinco anos, Eddie fazia visitas regulares até à Alemanha para se submeter a um novo tratamento que poderia atrasar a doença.

No entanto, Van Halen piorou nas últimas 72 horas, depois de os médicos descobrirem que a doença se tinha espalhado pelo cérebro e outros órgãos. Infelizmente, um dos grandes nomes da guitarra eléctrica, para muitos o maior apenas atrás de Hendrix, não resistiu a uma das pragas mais terríveis do mundo actual.

Wolfgang escreveu: «Não acredito que tenho que escrever isto, mas o meu pai, Edward Lodewijk Van Halen, perdeu a sua longa e dura batalha contra o cancro esta manhã. Ele foi o melhor pai que podia ter tido. Cada momento que partilhei com ele, no palco ou fora dele, foi uma dádiva. O meu coração está partido e não creio que alguma vez venha a recuperar totalmente desta perda. Amo-te muito, papá».

A REINVENÇÃO DA GUITARRA ELÉCTRICA

Break de bateria, acorde aberto em Lá bemol, e um puto com 22 anos começava a rasgar a guitarra. Através de um Marshall 1959 Super Lead [de 1968], com o sinal processado por um MXR Phase 90, um Univox EC-80 e um Echoplex, e com uma guitarra “monstruosa”, a Frankenstrat, dava-se a erupção de um vulcão de shred, feito famoso pelo tapping com duas mãos, que acabaria em Mi bemol. “Eruption” é o testemunho de Eddie Van Halen a fundir o melhor de dois mundos, com base no clássico rock ‘n’ roll “Let Me Swim”, dos Cactus, e na peça erudita “Etude No.2”, de Rodolphe Kreutzer, como inspiração. Estávamos em 1978 e o mundo da guitarra acabara de mudar. Eis a história do primeiro álbum de Van Halen e da revolucionária guitarra concebida por Eddie. Gravado em 1977, “Van Halen 1″ metia-nos a “correr com o Diabo” em 1978, quando foi editado. Um dos melhores álbuns de rock da história, em plenos termos musicais – nas canções, no instrumental e nas inovações que trouxe. Esse explosivo álbum dava ainda a conhecer um guitarrista que, hoje, só pode ser ensombrado por Jimi Hendrix.

Editado em 1979, “Van Halen II” foi cinco vezes platinado. A liderar o seu som estava uma guitarra que Eddie estreou, preta com tiras amarelas, e ficou estampada na capa do álbum. Agora editada como ’79 Bumblebee. Em 2019, celebraram-se os 40 anos do segundo álbum da banda dos irmãos Van Halen e a EVH Gear tornou a recriar a guitarra que Eddie Van Halen usou nesse disco. Eis a sua história.

Eddie revolucionou a face do instrumento, quebrando um marasmo instalado desde os anos 60/70 e criando novos conceitos tecnológicos na guitarra eléctrica e também na amplificação. Também por isso, mais tarde, acabou por criar a sua própria marca, que hoje possui, constrói e continua a desenvolver de pleno direito réplicas da histórica “Frankenstrat”, das modernas Wolfgang ou os explosivos amps 5150.

Parte do grupo Fender, a EVH (Eddie Van Halen) Gear é a marca fundada pelo próprio guitarrista. A EVH surgiu na ressaca das colaborações de Eddie com a Peavey. Na segunda metade dos anos 90, a Peavey e Van Halen tinham no mercado os poderosos amps 5150 e as guitarras Wolfgang. Mas o músico ambicionava mais e em 2009 fundou a sua própria marca, basta fazerem um search pelo nosso site a “EVH” e as referências serão imensas, afinal a EVH nasceu quase na mesma altura que a AS que, vale a pena recordar, trata-se da única publicação portuguesa a ter realmente entrevistado Edward Van Halen.

Estamos em absoluto choque… Rest in peace, Eddie!