Festival itinerante Um Ao Molhe 2020 com Acid Acid, Joana Guerra, Mr. Gallini ou Violeta Azevedo

Festival itinerante Um Ao Molhe 2020 com Acid Acid, Joana Guerra, Mr. Gallini ou Violeta Azevedo

António Maurício
Carlos Cabral de Melo

O festival percorrerá o país entre Fevereiro e Março com mais de 31 concertos de 16 artistas diferentes. Calcutá, O Manipulador ou Random Gods também estão no cartaz.

A edição de 2020 do Um Ao Molhe voltará à estrada portuguesa entre 1 de Fevereiro e 8 de Março. Ponta Delgada, Ponte de Lima, Funchal, Guarda, Viseu, Lisboa, Ilha (Pombal), Portalegre, Montemor-O-Novo, S. Luís (Odemira) e Aveiro são as localidades na rota deste festival itinerante de músicos solitários, que percorrerá o país entre 1 de Fevereiro e 8 de Março.

O objectivo principal continua a ser promover uma amostra do que de mais original se tem feito ao nível de bandas de um só em Portugal e ajudar a criar um circuito para o crescente número de músicos emergentes. a sua 6ª edição, tornou-se hoje também num festival com um manifesto ideológico que descentraliza, trabalha em rede (para torná-la mais forte), cria encontros nos meses mais frios e trabalha horizontalmente com projectos e expressões musicais emergentes.

Para além de 31 concertos de 16 artistas diferentes, a edição deste ano vai contar também com várias conversas informais sobre ‘Direitos e Deveres dos Autores’. Mais informações em umaomolhe.com e facebook.com/umaomolhe/.

Cartaz