Filha De Paul McCartney Vai Realizar Documentário Sobre Estúdios Abbey Road

Filha De Paul McCartney Vai Realizar Documentário Sobre Estúdios Abbey Road

Redacção
Grace Guppy

O documentário vai chamar-se “If These Walls Could Sing” e coincide com o 90º aniversário dos míticos estúdios londrinos.

Em 1931, a Gramophone Company abriu um estúdio numa residência georgiana na Abbey Road, em Londres. Nove décadas mais tarde, os Abbey Road Studios são talvez os mais famosos estúdios de gravação do planeta. Agora, Mary McCartney, filha de Paul McCartney e Linda McCartney, planeia contar toda a história com um novo documentário intitulado “If These Walls Could Sing”.

Para muitas pessoas, o significado de Abbey Road tem tudo a ver com “Abbey Road”, o 11º álbum dos The Beatles. Mas os antigos EMI Recording Studios têm um lugar rico em muito mais da história musical britânica, desde as sessões da década de 1930 com a London Symphony Orchestra até à primeira gravação digital alguma vez feita no Reino Unido.

Em “If These Walls Could Sing”, será a primeira vez que uma equipa de documentaristas será autorizada a filmar, na íntegra, os cantos e recantos das sacrossantas paredes do estúdio. O novo documentário vai ter selo da Estúdios Mercury, uma nova subsidiária da Universal Music Group, e será produzido pelo cineasta vencedor de um Óscar John Battsek (“Searching for Sugar Man”, “One Day In September”). O filme deverá chegar algum tempo depois das celebrações do 90º aniversário, lá para o último trimestre de 2021.

Numa nota enviada à imprensa, Mary McCartney explicou o significado de Abbey Road: «Algumas das minhas primeiras memórias enquanto criança vêm do tempo passado em Abbey Road. Há muito que queria contar a história deste lugar histórico e não podia estar a colaborar com uma equipa melhor do que a John e a Mercury Studios para tornar esta ambição criativa numa realidade».