Forging Light: Exposição Celebra a Lente dos Eyes of Madness

Forging Light: Exposição Celebra a Lente dos Eyes of Madness

Nero
Pedro Roque

No mês em que completa 14 anos de EYES OF MADNESS, Pedro Roque inaugura a sua nova exposição de fotografia “FORGING LIGHT”. Inserida no programa do evento “Fotografia no Barreiro”, na Biblioteca Municipal do Barreiro, de 13 de Novembro de 2020 a 9 de Janeiro de 2021.

No dia 13 de Novembro, pelas 21h30, decorrerá uma tertúlia, onde o fotógrafo vai fazer uma retrospectiva do seu trabalho, e abertura de exposição. Os lugares para a tertúlia são limitados a 40 pessoas, cumprindo todas as normas da DGS. A entrada é livre, mediante marcação para o email: dcpc@cm-barreiro.pt

A sinopse para o evento chega-nos pelas palavras da Cátia Nóbrega, uma das Twisted Sisters (dupla DJ nacional) e colaboradora da revista LOUD!.

«A exposição individual “FORGING LIGHT” apresenta uma série de composições fotografadas de forma documental, num espaço temporal compreendido entre 2016 e o início de 2020, onde a predileção de Pedro Roque pela fotografia a preto e branco pressupõe a ambivalência do chiaroscuro. Imortalizando o fugaz, o fotógrafo aproxima o foco da emoção presente nas entrelinhas da leitura de luz, num lugar onde a escuridão se torna característica dominante. Uma dança de luz, forma e volume, dramatizada pelos fortes contrastes que trespassam o olhar e amplificam esta estreita ligação forjada entre sujeito e técnica, moldando o momento. Colocando deliberadamente o espectador na cena, o incentivo é para a contemplação do detalhe, do que é vulnerável e imensamente íntimo».

Fotógrafo de presença forte no underground da música, particularmente no submundo do peso sónico, Pedro Roque já assumiu também o papel de frontman de alguns projectos musicais. Colaborador regular da revista LOUD! e um dos fotógrafos oficiais do SWR Barroselas Metalfest, Roque também já colaborou amiúde com a AS, precisamente no contexto do festival dos arredores de Viana do Castelo ou no Amplifest, no Porto.

No Amplifest 2016, foi a lente dos Eyes Of Madness que emprestou imagens às nossas reportagens dos concertos dos The Black Heart Rebellion, Kowloon Walled City ou da triunfal estreia dos imponentes Neurosis em Portugal. Já em 2017, foi Pedro Roque quem se juntou à nossa reportagem e homenagem aos 20 anos do SWR, num artigo publicado no nosso almanaque impresso nesse ano e que pode ser encontrado aqui. Nesse ano inesquecível fomos brindamos com concertos tão fenomenais como o dos Cobalt.

Se estes artigos vos aguçam o apetite, certifiquem-se que visitam a exposição, pois o trabalho dos Eyes of Madness é bastante mais amplo.

Podem ainda seguir os trabalhos digitalmente em eyesofmadness-photography.blogspot.com e instagram.com/eyesofmadness

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA