Fotoreportagem: a AS Esteve em Alfama a Ouvir o Novo Álbum de Teresinha Landeiro, “Agora”

Fotoreportagem: a AS Esteve em Alfama a Ouvir o Novo Álbum de Teresinha Landeiro, “Agora”

Redacção
Arte Sonora

O mais recente trabalho de Teresinha Landeiro, intitulado “Agora” á está disponível para audição integral.

“Agora” conta com a maioria dos temas escritos por Teresinha Landeiro mas inclui também homenagem a Celeste Rodrigues, pareceria com a Roda de Samba, com o jazz de João Pedro Coelho e com o talento jovial de Gaspar Varela.

Nas palavras da fadista: «Neste disco, revejo-me em cada segundo, em cada nota, em cada palavra. Trago Fado, porque esse será de ontem, de hoje e de sempre, mas também trago outras sonoridades pelas quais me apaixonei pela forma como tocam o meu coração. Afinal de contas, o Fado é exatamente isso, sobre sentir e fazer sentir. Neste meu coração fadista houve espaço para um bocadinho de jazz, um leve ritmo de samba e até algumas canções.»

“O Tempo” foi o primeiro tema de avanço do disco. Contando com texto escrito pela fadista, a música refletiu o arranque de uma visão luminosa e jovial sobre o fado contemporâneo. Tendo presente essa frescura artística, seguiu-se “Amanhã”, um tema que integra já a novela da TVI – “Amar Demais”.

É chegado o momento de conhecermos o álbum por completo, já disponível para compra e nas várias plataformas de streaming. O trabalho conta com a produção de Pedro de Castro e com a instrumentação do próprio (guitarra portuguesa), André Ramos (viola) e Francisco Gaspar (baixo). O trabalho de estúdio ficou a cargo de Fernando Nunes.

Num disco em que Teresinha Landeiro se assume como autora de quase todos os poemas, é a matriz de fado que marca todo o registo, num momento de celebração de um disco de fado profundo.

A Arte Sonora esteve na Mesa de Frades em Alfama para ouvir ao vivo estes novos temas. Uma jovem fadista que com certeza rapidamente saltará das Casas de Fado para os palcos dos Coliseus.

EGITANA