Freddie Mercury: The Great Pretender

Freddie Mercury: The Great Pretender

Timóteo Azevedo

Foi em 2012 que estreou um dos melhores documentários sobre Freddie Mercury, o icónico vocalista dos Queen, figura incontornável tanto do rock como da música no seu sentido mais amplo. “The Great Pretender” é composto por filmagens raras ou desconhecidas, à altura, e imagens inéditas apresentadas em alta definição, que mostram Freddie Mercury sob outras perspectivas.

O documentário mostra o retrato de um homem que era muito diferente da sua extravagante personagem pública. Produzido e realizado por Rhys Thomas, o documentário foi elaborado pela mesma equipa que esteve por detrás de “Queen: Days of Our Lifes”, um documentário da BBC apresentado em 2011. Rhys Thomas é um fã de longa data da banda e voltou a sua atenção para o arquivo do próprio Freddie. Thomas chegou mesmo a recuar até ao ano de 1976 à procura de gemas vintage que revelam ainda mais história da vida e carreira de Freddie Mercury, tanto no seu trabalho com os Queen como nos seus projectos a solo.

As filmagens recolhidas incluem entrevistas raras com Freddie, concertos, gravações vídeo e material pessoal, assim como contribuições recentes dos companheiros Brian May e Roger Taylor dos Queen, o manager de QueenJim Beach, a soprano Montserrat Caballé, os compositores David Arnold e Mike Moran, o letrista Tim Rice e o comediante e fã de longa data Matt Lucas, entre muitos outros. Entre os conteúdos inéditos de “The Great Pretender”, encontramos a demo de “Take Another Piece of My Heart” cantada por Freddie Mercury e Rod Stewart, uma canção inédita de 1984, uma amostra da colaboração nunca lançada entre Michael Jackson e Freddie Mercury no tema “There Must Be More Life Than This“, e o espectáculo completo de Freddie com o Royal Ballet em 1979, nunca antes publicado na sua totalidade.

A procura de Rhys Thomas também o levou a encontrar uma cópia da primeira aparição televisiva dos Queen nos pertences pessoais do falecido comediante Dick Emery. A cópia foi descoberta na Austrália e representa a primeira entrevista filmada de Freddie, datada de 1976. Thomas também encontrou outra entrevista filmada no mesmo ano para o canal televisivo NBC. As descobertas incluem ainda 10 bobinas da festa “Black and White” do 39º aniversário de Mercury no clube nocturno da senhora Henderson em Munique, em 1985. Originalmente gravada para o vídeo de “Living On My Own“, as imagens foram prontamente banidas pela editora de Freddie devido ao tema travestista da festa, mas onde se vê Freddie e os seus amigos a não se pouparem a esforços para ajudar Mercury a celebrar o último aniversário antes de alcançar os 40 anos.

O documentário inclui ainda os takes rejeitados das filmagens dos vídeos para “I Want to Break Free“, “Days of Our Lifes“, “I Want It All“, “A Kind of Magic“, “Princes of the Universe“, “Living on My Own“, “Born To Love You“, “Great Pretender“, “Made In Heaven” e “Who Wants to Live Forever“. Também poderemos encontrar a rúbrica “Freddie Mercury Goes Solo“, sobre a carreira a solo do cantor, e uma extensa entrevista com Montserrat Caballé. Estes extras não farão parte da versão emitida pela BBC.

“The Great Pretender” teve lançamento coincidente com o álbum “Barcelona: Special Edition”, em que o álbum original de Freddie e Montserrat foi regravado com uma orquestra completa de 80 peças. “The Great Pretender” a foi lançado no dia 24 de Setembro de 2012 nos formatos DVD e Blu-Ray através da Eagle Rock Entertainment.

EGITANA