GDA cria Fundo de Emergência de um milhão para apoiar artistas em dificuldades

GDA cria Fundo de Emergência de um milhão para apoiar artistas em dificuldades

Redacção

A GDA vai criar um Fundo de Emergência no valor um milhão de euros para ajudar artistas a ultrapassar a quebra de rendimentos provocada pelo cancelamento de espectáculos devido à pandemia da Covid-19. Este valor é o mesmo da linha de apoio de emergência entretanto criada pelo Ministério da Cultura.

A Gestão dos Direitos dos Artistas é uma «cooperativa criada por e para os artistas que se posiciona como uma entidade de interesse público, sem fins lucrativos, cujo objectivo é a gestão colectiva dos Direitos Conexos ao Direito de Autor dos Artistas.»

O apoio da GDA consiste em «um milhão para assegurar “necessidades essenciais” aos artistas: 500 mil aplicados de imediato pela própria GDA, outros 500 mil para integrar um fundo maior, aberto a outras participações e destinado a artistas e a outros profissionais do espectáculo e do audiovisual. A GDA irá também aumentar para 25% o montante dos direitos cobrados com destino a programas sociais e de criação artística. E vai adiantar, já em Abril e Maio, cerca de 50% dos direitos de 2019.»

«Este é mais um contributo da GDA para proteger a comunidade artística portuguesa da catástrofe económica que a epidemia do coronavírus fez abater sobre ela», afirma Luís Sampaio, vice-presidente da GDA, com o pelouro da Distribuição. «Depois de já termos anunciado que vamos antecipar, de Julho para o início de maio, a distribuição dos direitos relativos a 2018, fazemos agora um esforço suplementar para adiantar parte do dinheiro que iremos distribuir mais tarde: a GDA está a fazer tudo o que está ao seu alcance para pôr dinheiro no bolso dos artistas que ficaram sem rendimentos por causa da suspensão dos espectáculos a partir do início de Março».

Podes ler o comunicado completo e ficar a par de todas as medidas, aqui.