Gibson compra Mesa/Boogie

Gibson compra Mesa/Boogie

Redacção

A Gibson anunciou que adquiriu a marca icónica de amplificação Mesa/Boogie, que continuará a fabricar os produtos em seu nome, bem como amplificadores Gibson Custom Shop.

Esta manhã surgiu alguma especulação em fóruns e redes sociais que acabou por ser confirmada ao fim da tarde, em Portugal. A Gibson e a Mesa/Boogie confirmaram oficialmente que a gigante marca de guitarras comprou a icónica marca de amplificadores. JC Curleigh, Presidente e CEO da Gibson, referiu-se à fusão: «Na Gibson, procuramos estar à altura do nosso passado marcante e inclinamo-nos para um futuro inovador, numa busca que foi iniciada há mais de 100 anos, com o nosso fundador Orville Gibson».

«Hoje, essa busca prossegue com a junção da Mesa/Boogie à família Gibson Brands, incluindo a liderança visionária da Randy Smith e da sua equipa que, nos últimos 50 anos, tem criado uma marca icónica e inovadora que resistiu ao teste do tempo. É uma parceria perfeita, baseada nas nossas experiências profissionais colectivas e numa paixão por som», rematou.

No mesmo press release surge também um testemunho de Randall Smith. O engenheiro fundou a Mesa/Boogie na sua própria oficina, começando por modificar amplificadores Fender e lentamente estabelecendo a sua tremenda reputação como um dos pionieros no universou dos amps boutique. Nos anos 70, a Mesa/Boogie já surgia em vários rigs ilustres e nos 80 já tinha uma reputação extraordinária, para a qual foram decisivos os amps Rectifier.

Sobre a fusão com a Gibson Smith diz: «Conto 75 anos e ainda trabalho todos os dias. Esta é a minha arte e muita da nossa equipa trabalha junta há uns 30 ou 40 anos. Na forma como vimos o JC e o Cesar [Gueikian] transformar a Gibson, reconhecemos almas gémeas com valores comuns e uma intransigente dedicação à qualidade».

Fora da esfera administrativa, Adam Jones também se manifestou extremamente agradado com esta fusão. O guitarrista dos Tool, que viu a sua icónica 1979 Les Paul Custom Silverburst ser recirada pela Gibson Custom Shop muito recentemente, disse que tudo isto é «muito excitante. Não consigo pensar numa empresa melhor para continuar o legado da Mesa/Boogie e mal posso esperar por ver o que pode sair daqui. Uso amplificadores e colunas Mesa/Boogie há muito tempo. Uso-os em casa, no estúdio e em palco e garantem tudo o que necessito».

Este ano não há Winter NAMM, substituída pelo evento Believe In Music, devido à pandemia. No entanto, muitas marcas estão a aproveitar este3 mês tradicional de novos lançamentos para anunciar as suas novidades para todo o ano. Resta esperar por novidades da Gibson e Mesa/Boogie.

EGITANA