Grammy Awards 2021: E O Jazz?

Grammy Awards 2021: E O Jazz?

Redacção

Nas cinco categorias dedicadas pela academia ao jazz, Chick Corea venceu em duas: Melhor Álbum Jazz Improvisado Solo e Melhor Álbum Instrumental de Jazz.

O lendário músico Chick Corea, que morreu em Fevereiro aos 79 anos, ganhou em duas categorias da edição de 2021 dos Grammys no que ao jazz diz respeito: Melhor Álbum Jazz Improvisado Solo, com “All Blues”, e Melhor Álbum Instrumental de Jazz, com “Trilogy 2”, este último composto a meias com o baixista Christian McBride e o baterista Brian Blade.

A viúva de Corea, Gayle Moran, recebeu ambos os prémios com discursos emocionados que referiram Martin Luther King, Jr. e L. Ron Hubbard e exortaram os fãs a «manter os fogos musicais acesos». Ao longo da sua carreira de seis décadas, Chick Corea ganhou 23 Grammys, tendo sido nomeado para 67.

Nas restantes categorias, destaque para a vitória de Kurt Elling Featuring Danilo Pérez para Melhor Álbum de Jazz Vocal, com “Secrets Are The Best Stories”, Arturo O’Farrill & The Afro Latin Jazz Orchestra para Melhor Álbum de Jazz Latino, com “Four Questions” e, na categoria Melhor Álbum de Jazz Em Conjunto, o álbum “Data Lords”, de Maria Schneider Orchestra, que foi o vencedor da noite.

Melhor Solo de Jazz Improvisado
“Guinevre” – Christian Scott Atunde Adjuah
“Pachamama” – Regina Carter
“Tomorrow Is The Question” – Julian Lage
“Celia” – Gerald Clayton
“All Blues” – Chick Corea
“Moe Honk” – Joshua Redman

Melhor Álbum de Jazz Vocal
“Ona” – Thana Alexa
“Secrets Are The Best Stories” – Kurt Elling Featuring Danilo Pérez
“Modern Ancestors” – Carmen Lundy
“Holy Room: Live At Alte Oper” – Somi With Frankfurt Radio Big Band
“What’s The Hurry” – Kenny Washington

Melhor Álbum de Jazz Instrumental
“On The Tender Spot Od Every Calloused Moment” – Ambrose Akinmusire
“Waiting Game” – Terri Lyne Carrington And Social Science
“Happening: Live At The Village Vanguard” – Gerald Clayton
“Trilogy 2” – Chick Corea, Christian McBride & Brian Blade
“Roundagain” – Redman Mehldau McBride Blade

Melhor Álbum de Jazz Em Conjunto
“Dialogues On Race” – Gregg August
“Monk’estra Plays John Beasley” – John Beasley
“The Intangible Between” – Orrin Evans And The Captain Black Big Band
“Songs You Like A Lot” – John Hollenbeck W/ Theo Bleckmann, Kate McGarry, Gary Versace And The Frankfurt Radio Big Band
“Data Lords” – Maria Schneider Orchestra

Melhor Álbum de Jazz Latino
“Tradiciones” – Afro-Peruvian Jazz Orchestra
“Four Questions” – Arturo O’Farrill & The Afro Latin Jazz Orchestra
“City Of Dreams” – Chico Pinheiro
“Viento Y Tiempo: Live At Blue Note Tokyo” – Gonzalo Rubalcaba & Aymée Nuviola
“Trane’s Delight” – Poncho Sanchez

EGITANA