Hot Chip armados em Boss

Hot Chip armados em Boss

Redacção

Os londrinos têm tocado “Dancing In The Dark”, de Bruce Springsteen, nos seus concertos. Ouve aqui a versão synth pop do clássico.

Quando escreveu e gravou “Dancing In The Dark”, em 1984, para o álbum “Born In The USA”, Bruce Springsteen estava, como metade do mundo nos anos 80, a aventurar-se no recurso a sintetização. Com um tempo “aceleradinho” e síncopes, estas eram mesmo uma raridade nas suas composições, o Boss fez um dos seus maiores hits e o primeiro single do álbum em questão.

Os Hot Chip sabem “uma coisa ou duas” de sintetização e dos anos 80 e, numa altura em que andam pelos Estados Unidos a promover o recente “Why Make Sense?”, têm pontuado os seus concertos com uma versão do mega clássico. O público de Millwaukee foi porreirinho e captou uma versão com qualidade aceitável do momento.

EGITANA