Indiegente Live: Cartaz Completo

Indiegente Live: Cartaz Completo

António Maurício

O festival acontece dia 13 de Outubro, no Lisboa ao Vivo. Crise Total, O Gajo, Saturnia e We Bless This Mess são as últimas confirmações.

O festival Indiegente Live, agendado para dia 13 de Outubro, no LAV – Lisboa ao Vivo, já anunciou o cartaz completo da sua primeira edição. Crise Total, O Gajo, Saturnia e We Bless This Mess são as últimas confirmações, e juntam-se a uma noite tão única como imprevisível que contará com colaborações e iterações inéditas em palco. Confere toda a programação abaixo.

O início da festa fica a cargo do projecto Saturnia do ex-Blasted Mechanism Luís Simões, um mantra psicadélico que se vai encontrar, em certo ponto, com a viola braguesa explorada pel’ O Gajo. Este não é um Gajo qualquer, é mesmo O Gajo.

A Surma, que é uma das caçulas do Indiegente Live, vai misturar a sua sensibilidade com a das Señoritas que se vão apresentar, pela primeira vez, com um baterista, o Nuno Carromeu (Fast Eddie Nelson/ Benguela Blues Connection) e numa das canções com o Tó Trips.

Mr. Gallini é um artista de vários recursos, membro dos Stone Dead, aqui com as canções que escreve e executa, normalmente, a solo e que conta nesta noite com o Fast Eddie Nelson como convidado, que depois irá manter-se em palco, tendo como convidados Adolfo Luxúria Canibal, We Bless This Mess, Sam Alone e Frankie Chavez, que irá apresentar-se, por sua vez, em formato one man band. Será uma boa noite para ouvir o tema “My Religion” com as vozes que estão no álbum “Double or Nothing”, já que está na casa Sam Alone que usa a sua guitarra como uma arma da classe operária e canta histórias cheias de personagens ricas e vidas reais. A esta altura da noite, vamos podemos contar com mais uma aparição do homem da cartola, Tó Trips.

A vida não só festinhas e por isso foi convidado o Scúru Fitchádu, que não faz prisioneiros em palco e as sua actuações são sempre uma descarga de energia provocada pela colisão entre o Funaná e o Punk. Nesta noite, o patamar vai ser mais elevado já que na bateria vai estar Mr. Gallini a quem se juntam os Crise Total representados aqui por Manolo e Ratos.

Quase em fim de festa, os The Poppers apresentam algumas canções do disco “Lucifer” e contam com a participação de Mazgani e de Sean Riley, que também tem o seu momento para apresentar temas do disco “California”.

O bilhete custa 12€ e pode ser adquirido aqui.

CARTAZ

ADOLFO LUXÚRIA CANIBAL
CRISE TOTAL
FAST EDDIE NELSON
FRANKIE CHAVEZ
MAZGANI
MR. GALLINI
SAM ALONE
SATURNIA
SCÚRU FITCHÁDU
SEAN RILEY
SEÑORITAS
SURMA
O GAJO
THE POPPERS
TÓ TRIPS
WE BLESS THIS MESS