Indústria Dos Espectáculos Reúne Para Debater Presente E Futuro

Indústria Dos Espectáculos Reúne Para Debater Presente E Futuro

Redacção

A pandemia veio reforçar (ainda mais) as fragilidades do sector dos espectáculos, bem como a necessidade de união dos agentes que o integram. Quem o diz é a World Academy, entidade responsável pelo debate “O Presente e o Futuro da Indústria dos Eventos”, para ver online dia 30 de Setembro.

O sector dos espectáculos, já se sabe, anda em luta. A paralisação provocada pela pandemia da covid-19 provocou uma queda acentuada no volume de trabalho e, consequentemente, nas receitas de centenas de empresas que representam milhares de profissionais.

Por isso mesmo urge reunir para encontrar medidas. É precisamente o que vai acontecer quarta-feira, dia 30 de Setembro, com um debate que arranca às 19h na companhia de oradores como Pedro Magalhães (APSTE/Europalco), Leocádia Silva (APSTE/FX Roadlights), Tiago Santos Paiva (WSA) e Vasco Cornélio (Campo Pequeno).

As várias intervenções, com moderação de Ana Teresa Mota, poderão ser acompanhadas em directo na página de Facebook da World Academy, segundo a qual “o debate de ideias é essencial, assim como criar soluções para o presente e antecipar como o sector vai encarar o futuro”.

A World Academy lembra ainda que os eventos foram o primeiro sector a parar e que esta é uma área em que todos têm de trabalhar em estreita parceria (desde os técnicos aos produtores, passando pelos locais e salas). “Os serviços técnicos, sendo os menos visíveis no processo, são os que mais estão a sofrer com esta paragem”, garante ainda fonte da organização.

EGITANA