Jimmy Page Pondera Regressar Aos Palcos E A Culpa É… Da Covid-19

Jimmy Page Pondera Regressar Aos Palcos E A Culpa É… Da Covid-19

Redacção

«Sem concertos, a música não significa nada». As palavras são de Jimmy Page, que revela que o impacto devastador da pandemia sobre o mundo das artes renovou a sua fome de voltar ao palco… 13 anos depois da reunião dos Led Zeppelin, em 2007.

Numa entrevista publicada na edição impressa da revista GQ, o “eterno” guitarrista dos Led Zeppelin diz que o facto de estar preso em casa o tem inspirado a pensar em voltar à estrada. «É um momento tão triste e desesperado e o que este vírus tem feito às famílias, às artes, e a tudo o que amamos e apreciamos, isto preocupa-me de facto», disse Jimmy Page, acrescentando: «Quando entrámos em confinamento, pensei logo que seria a altura de começar a pensar em voltar a determinada altura e poder actuar».

Page tem necessidade de palco, até porque diz que nunca será daquelas pessoas que gravará sozinha e enviará um ficheiro a alguém. «Nunca entrei na música para gravar sozinho em casa e enviar um ficheiro. Entrei na música para tocarmos juntos e é isto que significa para mim. Precisamos de tocar com as pessoas, precisamos de concertos e precisamos de comunidade. Porque, sem isso, a música não significa nada. Tocar ao vivo é tão importante para os jovens músicos. Quando éramos jovens, todos nós tínhamos estes pequenos concertos, na esperança de tocar num lugar maior e é uma parte tão importante dessa comunhão de músicos tocando juntos. Para mim sempre foi a coisa mais importante».

O guitarrista admitiu no entanto que aproveitou o confinamento para voltar a estreitar laços com a sua amiga de seis cordas. «Uma das coisas de que me queixava antes de todos termos de nos fechar em casa era que eu não estava a ter tempo suficiente para tocar guitarra. Consegui realmente dizer: “Bem, é isto. Agora já o podes fazer todos os dias”. Ao menos foi a oportunidade de voltar a ligar-me correctamente à guitarra».

EGITANA