John Cruz Saiu da Fender Custom Shop, Alegadamente por Desconsiderar #BLM

John Cruz Saiu da Fender Custom Shop, Alegadamente por Desconsiderar #BLM

Nero

Um dos mais reputados luthiers da Fender Custom Shop, John Cruz já não trabalha na Fender. A marca confirma o abandono, mas não adianta se foi despedimento e recusa tecer comentários sobre o alegado comportamento controverso de Cruz em relação ao movimento #BlackLivesMatter.

Tudo indica que a Fender terá despedido um dos seus mais famosos construtores da Custom Shop. Publicações controversas nas redes sociais, nomeadamente no Facebook, terão feito rolar a cabeça de John Cruz, Master Builder da FCS há muitos anos. O nome do luthier foi removido da secção Meet The Builders no website Fender Custom Shop.

A causa do despedimento terá que ver com publicações em relação ao actual cenário social nos Estados Unidos, devido à morte de George Floyd. A Fender confirma que Cruz já não é seu funcionário, mas declina comentar sobre os motivos.

A especulação sobre as causas para o despedimento surgiu no passado dia 08 de Junho, através de várias alegações que traçam os acontecimentos até ao dia 02 de Junho em que o baixista Gregor Fris publicou na sua própria conta: «Hei Fender Custom Shop Master Builder John Cruz. Ponderas em breve parar de gozar com a violência e até morte de protestantes negros?»

Aparentemente, Fris fazia referência a um meme, entretanto apagado, partilhado por Cruz no seu facebook. O meme foi alvo de screenshot por um utilizador das redes sociais (uma vez na internet…) e publicado no fórum thefretboard.co.uk.

Está por apurar se Cruz fez de facto essa publicação. Infelizmente, tudo indica que sim.

O que é certo é que Fris actualizou a sua publicação, mais tarde, afirmando: «A Fender entrou em contacto comigo e mantivemos um diálogo amigável e constructivo sobre este incidente.  Neste momento, o John já não é empregado da Fender. A direcção reuniu-se para discutir uma forma de tratar disto com a sua própria equipa e com as suas fileiras… Esta nunca foi a minha intenção, mas saúdo a Fender por assumir uma posição. Talvez seja o momento de tomar algumas decisões duras».