John Petrucci Revela Primeiro Vendaval Shred do Novo Álbum

John Petrucci Revela Primeiro Vendaval Shred do Novo Álbum

Nero

“Terminal Velocity”, novo single que partilha o título do segundo álbum solo do guitarrista dos Dream Theater, é a primeira música que junta John Petrucci e Mike Portnoy em dez anos.

15 anos depois de “Suspended Animation”, John Petrucci vai editar o seu segundo álbum a solo. “Terminal Velocity” estreia no Outono de 2020. Petrucci já revelara a capa, tracklist e músicos que gravaram consigo o disco. O baixista foi Dave LaRue e o baterista Mike Portnoy, colega de LaRue nos Flying Colors e fundador dos Dream Theater com Petrucci. É a primeira vez em dez anos que o guitarrista e baterista gravam juntos! Naturalmente, a reunião entre os dois músicos foi um tema central numa sessão de perguntas e respostas que Petrucci promoveu com o clube de fãs oficial dos Dream Theater.

Faltava apenas começar a mostrar música e no dia 07 de Agosto de 2020 estreou o primeiro tema do álbum, precisamente o tema título [para disparar no player no fundo do artigo]. Originalmente previsto chegar no Outono deste ano, “Terminal Velocity” deve chegar já no final de Agosto.

Petrucci já detalhou também outros nomes que trabalharam no disco: «É misturado pelo Andy Sneap, a primeira vez que trabalho com ele, e está tremendo. Actualmente, ele está nos Judas Priest, ocupando o lugar do Glenn [Tipton], que já não aguentava. É incrível a fazer misturas e tem um currículo impressionante. Misturou “Firepower”, o mais recente de Judas Priest, e um monte de outras coisas – Killswitch Engage, Arch Enemy, Machine Head, a lista continua. Ele é extraordinário. Por isso, o álbum tem um grande som».

Com os Dream Theater, Petrucci editou “Distance Over Time”, o álbum mais recente, em Fevereiro de 2019. A digressão de promoção encerrou em Portugal, com o concerto no Campo Pequeno, em Fevereiro passado, a ser um dos últimos que vimos antes desta desgraçada pandemia virar 2020 do avesso e onde Petrucci se mostrou numa forma exuberante. Em Janeiro passado, as guitarras de assinatura do músico com a Music Man foram actualizadas na NAMM.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.

EGITANA