Kat Von D, Artista De Tatuagens Processada Por Uso Indevido de Imagem de Miles Davis

Kat Von D, Artista De Tatuagens Processada Por Uso Indevido de Imagem de Miles Davis

Redacção

A célebre artista Kat Von D está a ser processada por causa de uma imagem de Miles Davis que tatuou no braço de um cliente, a partir de uma fotografia de Jeffrey Sedlik.

Em 2017, Kat Von D partilhou nas redes sociais uma imagem de Miles Davis que havia tatuado no braço de um cliente na sua loja High Voltage Tattoo, em West Hollywood. Agora, a artista está a ser processada por causa dessa tatuagem.

Como relata a Billboard, o fotógrafo Jeffrey Sedlik apresentou uma queixa de 31 páginas no tribunal federal da Califórnia, na qual alega que a tatuagem constitui uma violação dos direitos de autor, já que Sedlik garante ser o único e exclusivo proprietário dos direitos de autor daquela imagem de Miles Davis, que ele próprio fotografou em 1989 e que apareceu originalmente numa reportagem da edição de Agosto de 1989 na revista JAZZIZ.

No processo, Sedlik alega que Kat Von D, de seu nome verdadeiro Katherine Von Drachenberg, não solicitou uma das licenças não exclusivas de direitos de autor que por vezes vende para reproduções da imagem. O fotógrafo alega também que, ao publicar uma imagem da tatuagem nas suas redes sociais e ao etiquetar High Voltage Tattoo, Von D estava a usar a sua fotografia com direitos de autor para promover o seu negócio.

«O queixoso contactou Kat Von D (através dos seus representantes) em busca de uma resolução amigável do assunto antes de apresentar queixa, mas a Sra. Von Drachenberg optou por ignorar o esforço de boa fé do Sr. Sedlik para evitar litígios. Como titular de um copyright válido no Iconic Miles Davis Portrait, o Sr. Sedlik tem o direito único e exclusivo de reprodução, publicação e criação de obras derivadas», pode ler-se no documento entregue no tribunal.

«Como artista, a própria Sra. Von Drachenberg está bem ciente de que criadores como o Sr. Sedlik dependem das receitas recebidas pela utilização das suas obras de arte para se sustentarem e às suas famílias. Infelizmente, a Sra. Von Drachenberg optou por não contactar o Sr. Sedlik antes de fazer as numerosas reproduções não autorizadas e obras derivadas do seu Retrato Iconic Miles Davis, tal como descrito na queixa. A Sra. Von Drachenberg não só utilizou a fotografia do Sr. Sedlik sem permissão ou licença, como também ficou com os louros da sua criação, distribuindo fotografias do seu trabalho ilegal a milhões de seguidores e fornecendo essas fotografias a editoras para inclusão de editoriais promocionais sobre a Sra. Von Drachenberg e os seus vários empreendimentos comerciais. A Sra. Von Drachenberg não respeitou o trabalho criativo de uma colega artista, e optou por rentabilizar a fotografia icónica do Sr. Sedlik para seu ganho financeiro pessoal, explorando o valor da fotografia do Sr. Sedlik para construir a sua marca e para promover a venda dos seus produtos e serviços».

A Billboard tentou, sem sucesso, obter uma declaração de Kat Von D.

 

EGITANA