Live Earth regressa com mais de 100 artistas

Live Earth regressa com mais de 100 artistas

Tiago Varzim

A 18 de junho deste ano, o Live Earth regressa com mais de 100 artistas espalhados pelos sete continentes para, mais uma vez, alertar para os perigos que o meio ambiente atravessa atualmente.

Ainda não há artistas confirmados, nem o próprio Pharrell Williams que será o diretor criativo e, portanto, o responsável pela escolha do cartaz. “Em vez de termos só pessoas a atuar, vamos ter a Humanidade em harmonia ao mesmo tempo, literalmente“, afirmou Williams ainda sem explicar bem como vai concretizar essa vontade.

O ênfase atualmente vai para a missão deste Live Earth: a urgência dos líderes mundiais aprovarem um novo acordo sobre o clima a 30 de novembro deste ano, na Conferência de Paris: United Nations Climate Change.

As cidades escolhidas para os concertos são várias, tal como em 2007: Nova Iorque, Joanesburgo, Sul de África, Sidney, Austrália, Pequim e São Paulo. Os concertos terão entre quatro e seis horas.  Há ainda a possibilidade, avançado pelo The Guardian, de que o Live Earth 2015 pise a Antártida. A expectativa é chegar a mais de dois mil milhões de espetadores por todo o mundo.

A única edição do Live Earth, em 2007, contou com as atuações de Kanye West, Pharrell Williams, Madonna, The Police, MIA, Rihanna, Linkin Park e os Metallica. Na altura marcou um recorde de audiência com oito milhões de espetadores online, num evento que foi emitida nas televisões de mais de 130 países.

EGITANA