Live Nation Acredita Que Grandes Concertos E Festivais Só Depois Do Verão De 2021

Live Nation Acredita Que Grandes Concertos E Festivais Só Depois Do Verão De 2021

Redacção

CEO da Live Nation diz que os espectáculos de grande escala só devem regressar depois do próximo Verão.

Michael Rapino, o CEO da maior promotora de concertos do mundo, a Live Nation, disse que a empresa espera vencer os obstáculos colocados pelo coronavírus para acolher espectáculos de grande dimensão… mas só depois do próximo Verão. «Estamos a estabelecer padrões que darão aos fãs, equipas e artistas paz de espírito antes, durante e depois do espectáculo».

Num ano desastroso para a empresa e para o sector, em todo o mundo, com o cancelamento generalizado de espectáculos devido à pandemia que levou a empresa a reportar uma queda de 95,1% nas receitas no terceiro trimestre de 2020, a Live Nation registou uma receita líquida de 184 milhões de dólares no período de Junho a Setembro, uma enorme queda em relação aos 3,77 mil milhões de dólares que arrecadou durante o mesmo período do ano passado.

No entanto, Michael Rapino continua optimista quanto à segunda metade do próximo ano, após ter sido encorajado pelo pequeno número de fãs que devolveram bilhetes para reembolso, bem como pelas fortes vendas do festival para o próximo Verão. «Os fãs podem esperar espectáculos de grande escala no próximo Verão ou um pouco depois».

Pensa-se que um sistema de testes poderia ser parte integrante do futuro dos festivais – com os participantes a fornecerem um resultado negativo no teste Covid-19 a fim de ganharem entrada, mas, para já, são tudo especulações.

Numa notícia relacionada, a TicketMaster também apresentou os seus primeiros planos sobre como os fãs podem regressar em segurança aos concertos, através da nova tecnologia SmartEvent.

EGITANA