Mais 10 nomes no Neopop Festival 2015

Mais 10 nomes no Neopop Festival 2015

Nuno Ribeiro

Foram acrescentados mais 10 nomes ao cartaz da 10ª edição do Neopop Festival a realizar-se de 12 a 15 de Agosto, em Viana de Castelo.

LucianoDeep Dish, Chris Liebing, Don WilliamsEduardo de la CalleKr!z, Move D, Oscar Mulero, SecludedZadig são as novidades que reforçam a edição d0 10º aniversário do festival português de música electrónica.

Os passes de 4 dias já estão à venda por 75€ e podem ser adquiridos no site do festival ou na página oficial de facebook, na Ticketline e outros locais habituais.

Também está disponível, por 150€, a opção Neopop Plus Pass que inclui: passe de 4 dias, acesso à área VIP, acesso a WC privativo, 8 senhas de bebida, 1 livro, 1 t-shirt, 1 chapéu oficial e 1 fita oficiais.

LUCIANO
«É um dos pouco DJs que já pode ser considerado uma superstar. Para além de ser dono da Cadenza Records, já conta no currículo com actuações nos melhores clubes de todo o mundo, sendo um dos mais magnéticos na fidelização do seu público. A sua herança cultural reflecte-se no estilo de música que toca e produz, uma mistura alienígena de Techno descarnado com o sangue-quente dos ritmos e texturas latinas.»

CHRIS LIEBING
«Com mais de duas décadas de carreira este nome não representa “apenas” um dos mais influentes Dj’s da actualidade. CLR é uma marca de que fazem parte a sua editora, a agência e ainda nome de um reconhecido podcast por si apresentado que ultrapassou já as três centenas de edições. Não se encontra um cartaz em qualquer Festival de referência onde, nos últimos anos, o seu nome não figure e sempre em posições cimeiras.»

DEEP DISH
«São uma das duplas que tem lugar cativo no Olimpo da House-Music. Composta por Ali “Dubfire” Shirazinia e Sharam Tayebi, construíram a sua carreira a trabalhar lado a lado com alguns dos nomes maiores da Pop mundial como Madonna, Cher ou Quincy Jones, para quem assinaram os mais reconhecidos remixes

MOVE D
«Falar hoje do alemão David Moufang é debruçarmo-nos sobre uma das personagens mais activas no seio da música electrónica. Referência absoluta do movimento House, os seus registo enquanto produtor encontram-se espalhados por selos tão dispares como Modern Love, Warp, Curle ou Archipel, merecendo o respeito e consideração de toda uma comunidade musical. Sets refinados, atentos ao presente mas sempre com o olhar posto no passado, fazem de Move D convidado tanto de clubes de referência como de festivais do género, justificando a sua longevidade artística com a qualidade das sua actuações.»

OSCAR MULERO
«Residente no The Omen no início dos anos 90, foi responsável por autênticas romarias ao clube madrileno, na época uma referência absoluta da sonoridade techno no país vizinho. Desde então tem marcado presença nos quatro cantos do mundo onde, por detrás dos pratos, oferece doses generosas do mais actual techno, deep dark e industrial. Já há 20 anos no activo, e numa altura em que se encontra no ponto mais alto da sua carreira, sentencia: “Proper techno will always be here to stay”»

EDUARDO DE LA CALLE
«É um verdadeiro viajante que passou por inúmeras cidades e inúmeras etapas, onde foi adquirindo uma longa bagagem enquanto DJ e produtor. Com a sua abordagem única ao Techno mais purista, já editou pela Modularz, Non Series e, recentemente, pela Cadenza e produziu o reconhecido documentário “Beatz”, que será exibido no Neo Cinema

KR!Z
«Verdadeiro aficionado do lado mais sombrio e misterioso do Techno, divide paixão com o Hip Hop onde foi buscar inspiração para os seus sets rápidos e assertivos, cheios de cuts e scratches. Como um dos mais respeitados nomes da cena belga, é dj residente no Kozzmozz, catedral da noite techno daquele país, onde também fundou a sua própria label, “Token”

ZADIG
«Alter ego de Sylvain Peltier, é um dos magos franceses que começou por misturar sonoridades industriais com acid e hardcore, mas que, à medida que o techno se tornava cada vez mais presente na sua vida (sob influência de nomes como Jeff Mills, Joey Beltram ou Surgeon), abraça a produção em estúdio como forma de se expressar artisticamente. É aí que funda a Construct Re-Form, ponto de encontro e de intercâmbio entre artistas, sobretudo franceses, que conta no seu catálogo com nomes como o do próprio Zadig, Birth of Frequency, Antigone ou Voiski.»

SECLUDED
«Não é mais que Hans Bouffmyhre, chefe da Sleaze Records que, em 2012, resolveu começar a explorar, com os pés em Detroit e Berlim, uma nova vibe Techno. Entre as paisagens synth, as batidas deep e a profundidade dubby, é o senhor das mais sombrias e enigmáticas atmosferas. Conta já com edições na EarToGround e na sua Sleaze Records, naturalmente, e remixes por Jonas Kopp, Markus Suckut, Mike Dehnert & Shifted.»

DON WILLIAMS
«É um dos artistas mais subversivos da cena Techno de Berlim mas que também abraça o House como seu. Activo desde meados dos anos 90, de melómano foi desbravando caminho para se transformar num dos mais requisitados DJs e agora produtores. Daí à edição foi um passo: em 2005 funda a Mojuba, editora responsável por alguns dos mais puristas temas Deep-House e não só.»

Estes são os nomes já confirmados até agora:

header_neopop

EGITANA