Mark Kozelek [Red House Painters], Novas Acusações de Abuso Sexual

Mark Kozelek [Red House Painters], Novas Acusações de Abuso Sexual

Redacção

Mark Kozelek, dos Red House Painters e dos Sun Kil Moon, que já havia negado várias acusações do género no ano passado, está a ser acusado por mais sete mulheres de vários crimes de natureza sexual. Os relatos das alegadas vítimas foram tornados públicos.

Os depoimentos das sete mulheres que dizem ter sido atacadas sexualmente por Mark Kozelek estão publicados na íntegra num artigo da Pitchfork, sendo que a maioria das mulheres diz ter conhecido Mark Kozelek na condição de fã ou enquanto artista em princípio de carreira.

Uma dessas mulheres afirma ter sido violada pelo músico num quarto de hotel, enquanto várias outras relatam episódios de contactos físicos não consensuais, alegando que Kozelek lhes terá pedido para se masturbar na sua presença.

Tal como havia acontecido no ano passado, o músico norte-americano negou todas as acusações, respondendo através do seu advogado e ameaçando partir para a Justiça contra quem continuar a perpetrar tais «difamações».

Numa declaração à Pitchfork, Mark Kozelek negou assim as acusações de conduta imprópria.

«Aparentemente, está a ser feito um esforço por aqueles que têm uma agenda para renovaros mesmos tipos de falsas alegações e insinuações que foram objecto da minha declaração anterior em Agosto de 2020. Continuo a negar categoricamente que me envolvi nos incidentes inapropriados falsamente retratados nos meios de comunicação social. Pretendo defender-me vigorosamente contra estas alegações falsas e prosseguir e proteger os meus direitos no caso de declarações falsas e difamatórias serem divulgadas ou publicadas».

Este caso surge cerca de um mês depois de Marylin Manson ter sido igualmente acusado de vários crimes de natureza sexual.

EGITANA