Melides Art Records, Nova Editora Nacional

Melides Art Records, Nova Editora Nacional

Redacção

A M.A.R Melides Art Records nasce do ambiente criativo estabelecido no altamente estimulante ecossistema da Melides Art, um laboratório artístico, um espaço aberto à experimentação e à criatividade profunda.

A M.A.R acredita no generoso alcance e infinito poder da música. Nasce como fruto dessa crença e de uma vontade partilhada com quem tem uma visão síncrona com a sua, com agentes criativos, músicos, compositores, produtores, cantores, artistas.

Com uma considerável experiência acumulada no campo das artes plásticas, surgiu a constatação de que esse impulso para a descoberta de novo talento e para a criação de contextos propícios ao crescimento desse novo talento poderiam ser igualmente aplicados no campo da música.

Conta com parcerias estratégicas internacionais, como a principal editora independente de Berlim, Embassy of Music e a Zebralution, a primeira distribuidora digital de editoras independentes na Europa. Eis o press release:

«A M.A.R Melides Art Records prepara a sua estreia com o regresso – que é na verdade um recomeço… – de Jon Luz aos discos, principal motivação que levou à construção de um estúdio em Melides Art e que origina a editora. Para além do seu disco, Jon tem já preparado um outro trabalho muito especial, na companhia da veterana e Diva da Morna Maria Alice, outro tesouro de Cabo Verde que o mundo se prepara para escutar. E as estreias da artista francesa Marie Minet, que conta com um disco com produção de Jon Luz, e da portuguesa JURA, para além de outros e vibrantes projetos a serem apresentados brevemente.

Entre o respeito pelo passado e o desejo de deixar marcas para o futuro, a M.A.R apresenta-se como uma editora aberta à experimentação, comprometida com o derrube de fronteiras, entre todas as formas de expressão artística, entre géneros, épocas, linguagens ou estilos, e completamente entregue à arte nas suas mais puras manifestações. A MAR distingue-se por ativamente promover a interligação de todas as formas de expressão artística com a música, nomeadamente o cinema, poesia, dança, artes plásticas, teatro, bem como todas as outras.

A MAR nasce, desta forma, de uma genuína vontade de criar novas ideias, de as transformar em música e de levar essa música ao mundo, de misturar, de miscigenar, de “crioulizar”. De Paris até Alfama, do Tejo Bar até Melides, de quem acaba de se estrear até quem já conta com um longo percurso, da Europa até África, através do Atlântico – afinal de contas, o mar sempre foi o palco onde todos os encontros e cruzamentos são possíveis.

M.A.R é sigla, Melides Art Records, mas também é palavra que designa de forma perfeita o espírito desta aventura. Tudo é possível de combinar. E a M.A.R nasce com música que é genuinamente nova porque não resulta de uma qualquer vontade de encaixe em ideias pré-existentes, antes de uma generosa entrega ao inesperado, ao nunca antes feito, ao que não teme o risco da experiência, criando novos horizontes e, logo, nova música. É assim, afinal de contas, que se ganha o futuro».

EGITANA