Michael Lauren Live @ Mobidyck Records

Michael Lauren Live @ Mobidyck Records

Redacção

O MICHAEL LAUREN Trio fundamenta os concertos no “Hard Swinging and Funky Jazz” dos guitar trios clássicos norte-americanos. Dia 26 de Junho passa no festival streaming “Live at Mobydick Records”.

Para além de ser um músico incrível com uma enorme carreira, Michael foi fundador de academias importantíssimas no ensino da música e do Jazz, tanto nos EUA como em Portugal, e a importância deste músico e baterista no panorama nacional é absolutamente inegável. A Arte Sonora reconhece essa importância no retrato que fez sobre a década do Jazz Nacional.

Nascido em Nova Iorque, Michael Lauren começou a tocar bateria aos 8 anos. A sua arte funde os limites do jazz, funk, blues, rock e muisic mundial. É um membro fundador do colectivo mundial Drummers Collective NYC, onde ensinou durante mais de vinte e cinco anos. Michael foi professor de Drum Set Studies (2003 – 2020) e chefe do Departamento de Jazz (2005-2010 & 2015-2017) na Escola Superior de Música, Artes e Espectáculo (ESMAE) no Porto, Portugal.

Actualmente é professor de Drum Set Studies na Escola Superior de Música Jam Session (Barcelona, Espanha) e é fundador e director artístico da The International Drum Academy, Lisboa, Portugal. Ambos os álbuns de The Michael Lauren All Stars “Once Upon A Time In Portugal” e “Old School / Fresh Jazz” foram escolhidos para ser um dos dez melhores álbuns nacionais, também pela Arte Sonora, em 2016 e 2018.

Michael actuou com Paul Anka, Chuck Berry, Charles Brown, Tom Jones, Benny Golson, Tom Harrell, Rick Margitza, Bob Mintzer, Milt Hinton, Bob Stewart, Dena DeRose, Jerry Jemmott, Kenny Davern, Bill Frisell, Mike Stern, Silje Nergaard, Bobby Radcliff, Robert Kraft, Darlene Love, Cornelius Bumpus, Ted Curson, Orquestra de Jazz de Matosinhos, Jorge Costa Pinto Big Band, Orquestra Jazz Algarve, Quinteto Mario Santos, The Postcard Brass Band, Hugo Alves Quartet e muitos outros.

Dia 26 de Junho, às 21h, toca em trio no Live at Mobydick Records, com transmissão em directo na Munin Live. O bilhete (10€) para assistir a este concerto em streaming pode ser adquirido AQUI.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA