Morreu Phil Spector

Morreu Phil Spector

Redacção

Phil Spector, o icónico produtor musical (e assassino condenado a cumprir pena de prisão), morreu. Tinha 81 anos.

O produtor Phil Spector, conhecido por inventar o conceito “Wall of Sound”, estava a cumprir pena de prisão pelo homicídio da actriz Lana Clarkson, na Califórnia, com o Departamento de Correcções e Reabilitação daquele estado norte-americano a emitir hoje, domingo, 17 de Janeiro, uma curta declaração, anunciando a sua morte.

«O recluso Phillip Spector, 80 anos, foi declarado morto às 18h35 de sábado, 16 de Janeiro de 2021, num hospital exterior ao estabelecimento prisional. Spector foi admitido no Condado de Los Angeles a 5 de Junho de 2009, por homicídio em segundo grau. Tinha sido condenado a 19 anos de prisão pela morte a tiro da actriz Lana Clarkson».

Phil Spector foi um dos produtores musicais mais influentes da história da música. A sua técnica “Wall of Sound”, que desenvolveu nos anos 1960, deu-lhe uma série de êxitos como The Ronettes (“Be My Baby, Baby, I Love You”), The Crystals (“Da Doo Ron Ron”, “Then He Kissed Me”), The Righteous Brothers (“You’ve Lost That Lovin’ Feelin’”) e Ike & Tina Turner (“River Deep – Mountain High”). O seu trabalho continuou nos anos 1970, quando produziu “Let It Be”, o derradeiro álbum de estúdio dos Beatles, e ainda discos a solo de John Lennon e George Harrison.

Podem ler sobre como a sua “Wall Of sound” foi determinante para Jon Landau e o seu trabalho Bruce Sprinsgteen, no álbum “Born To Run”, e sobre ele próprio com George Harrison, no fenomenal “All Things Must Pass”, onde já estava a sucumbir ao alcoolismo. Spector tornou-se, depois, uma figura reclusa, ganhando infâmia quando, em 2009, foi considerado culpado de assassinar a actriz Lana Clarkson, que morreu de um ferimento de bala na cabeça em 2003.

Aqui fica uma das derradeiras entrevistas de Phil Spector, assim como alguns dos temas que o tornaram um dos mais influentes produtores de sempre.

EGITANA