Música portuguesa em destaque com dois dias de concertos na Altice Arena

Música portuguesa em destaque com dois dias de concertos na Altice Arena

Redacção

O SuperBock em Stock não se realiza este ano, dando lugar à iniciativa Rádio SBSR.FM Em Sintonia. ProfJam e benji price, Capitão Fausto e B Fachada estão entre os muitos artistas que actuam em Dezembro na Altice Arena, em Lisboa, em dois dias dedicados à música nacional, com concertos e conferências.

Segundo comunicado da promotora Música no Coração, os dias 18 e 19 de Dezembro serão inteiramente “dedicados à música nacional, em vários palcos com concertos ao vivo na Altice Arena, em Lisboa“, e ainda um ciclo de conferências, com o tema “A indústria da música no contexto actual”.

A iniciativa chama-se Rádio SBSR.FM Em Sintonia – Sintoniza-te na Música Nacional, explica a promotora, “surge em 2020 como resposta à impossibilidade de realizar este ano o [festival] Super Bock em Stock, no contexto actual da pandemia da covid-19 e respetivas restrições, tanto de circulação de artistas internacionais, como da lotação das salas de espectáculos, largamente reduzida, nomeadamente daquelas em que a Música no Coração tem vindo a organizar anualmente o festival na Avenida da Liberdade, em Lisboa“. Já há, porém, uma data para a edição de 2021 do Super Bock em Stock: 19 e 20 de Novembro.

Quanto a esta nova iniciativa, o cartaz, composto “inteiramente por artistas e bandas nacionais, junta nomes já consagrados a muita nova música portuguesa“.

Para já, estão confirmadas as presenças de ProfJam & benji price – System Live on Stage, Capitão Fausto, Papillon, B Fachada, Conjunto Cuca Monga, Ganso, Pedro de Tróia, Amaura, Hause Plants, Jasmim, Acid Acid e Ivandro.

A promotora garante que “mais nomes serão anunciados muito em breve“.

Os concertos irão decorrer em três espaços da Altice Arena: na arena, na sala Tejo e na sala Fernando Pessoa, “com plateias com lugares sentados e no cumprimento de todas as normas e orientações da Direção-Geral da Saúde“.

Além dos concertos, “num momento em que se impõe refletir sobre o impacto da pandemia covid-19 na cultura e, em particular, na indústria da música, e em que urge encontrar respostas e soluções para o futuro próximo“, a promotora promove o ciclo de conferências: “A indústria da música no contexto atual”, “um espaço de debate, reflexão e partilha de ideias e experiências“.

O bilhete único para os dois dias da iniciativa já está à venda e tem um custo de 25 euros até 18 de Outubro. A partir de dia 19 de Outubro, o bilhete passa a custar 30 euros e nos dias 18 e 19 de Dezembro terá um custo de 35 euros.