Neil Young combate o fogo com o fogo!

Nero

Nos últimos tempos Neil Young tem promovido o lançamento de um novo serviço de música online e um novo leitor digital. O “Pono” vai dando passos largos para a sua apresentação, a considerar a informação que o próprio Young tem fornecido no seu Twitter.

Na última intervenção que partilhou sobre o “Pono”, Neil Young mostrou-se confiante de que o novo serviço iria revolucionar os actuais sistemas ao permitir o download dos masters dos temas em alta-resolução. O lançamento do “Pono”está previsto para o Verão de 2013 e a companhia já estabeleceu mesmo os seus direitos federais, estando já a usar dois slogans promocionais: “Pono Promise” e “21st Century Digital”.

De resto, o BusinessWeek, da agência Bloomberg já deu conta de que o investimento do “Pono” e Young, em Novembro, já estava nos 500.000 US dólares. Enquanto em Setembro o próprio Neil Young em entrevista a David Letterman afirmava estar “em negociações com a Sony” e a trabalhar para ter álbuns como “Freewheelin’” ou “Highway 61 Revisited”, de Bob Dylan, na nova plataforma.


Parece ter sido a atracção por poder fornecer aos ouvintes a alta definição de uma sessão master que atraiu Young a este projecto, pois o músico havia mantido sempre um tom crítico para com os formatos MP3/AAC e até mesmo com os CDs. O “Pono” irá permitir um tamanho muito maior de informação. Alguns relatos indicam que, em média, uma canção na marca dos 5 minutos necessitará de cerca de 300MB de armazenamento.

“Pono” é uma palavra havaiana que significa justo/honrado. Neil Young assumiu o compromisso com a era digital da indústria musical para fazer justiça ao trabalho colossal dos músicos e engenheiros em estúdio, que tantas vezes são “ofendidos” com uma conversão digital na zona, por exemplo, dos 128kb…

EGITANA