Neil Young Vende Metade Do Seu Catálogo Por Cerca De 150 Milhões De Dólares

Neil Young Vende Metade Do Seu Catálogo Por Cerca De 150 Milhões De Dólares

Redacção

Os direitos foram adquiridos pela Hipgnosis Songs Fund num novo acordo histórico.

Depois dos casos mais recentes de Bob Dylan e Lindsey Buckingham (Fleetwood Mac), surge agora Neil Young a vender 50% dos direitos de todo o seu catálogo num novo acordo histórico e que serve para confirmar que a indústria da música está mesmo a mudar… outra vez.

A Hipgnosis Songs Fund comprou 1.180 canções do músico canadiano num negócio que se diz valer qualquer coisa como 150 milhões de dólares, noticia a BBC.

«Este é um negócio que muda Hipgnosis para sempre», disse o fundador da empresa, Merck Mercuriadis. «Comprei o meu primeiro álbum de Neil Young com sete anos de idade. ‘Harvest’ foi o meu companheiro e conheço intimamente cada nota, cada palavra, cada pausa e cada silêncio. Neil Young, ou pelo menos a sua música, tem sido meu amigo e constante desde então».

Merck Mercuriadis é conhecido por transformar os direitos de autor num fluxo constante de rendimentos – com a firma a ganhar dinheiro cada vez que uma das canções é tocada na rádio ou apresentada num programa de cinema/TV. «Torna-se agora lógico para Hipgnosis associar-se a Neil para assegurar que as suas incríveis canções cheguem a todos os cantos do mundo. Construí a Hipgnosis para ser uma companhia da qual o Neil gostasse de fazer parte. Temos uma integridade, um ethos e uma paixão comuns, nascidos de uma crença na música e nestas canções importantes».

Antes de criar a Hipgnosis, Mercuriadis era conhecido por gerir alguns dos maiores artistas do mundo, incluindo Beyoncé, Elton John, Iron Maiden ou Guns ‘N’ Roses. Outras aquisições recentes da Hipgnosis incluem catálogos de artistas como Blondie, L.A. Reid, RZA e The-Dream. A empresa também comprou uma carteira editorial da Kobalt em Setembro. A venda incluiu canções de Fleetwood Mac, 50 Cent, Beyoncé e muitas outras.

Lista de artistas que venderam recentemente os seus catálogos:

Bob Dylan – 100% para a Universal Music Publishing – 400-450 milhões de dólares
Neil Young – 50% para a Hipgnosis) – 150 milhões
Stevie Nicks – uma participação maioritária nas suas canções para a Primary Wave – 100 milhões
Imagine Dragons – 100% – 100 milhões
Whitney Houston – 100% para a Primary Wave – preço não revelado
David Crosby – 100% para a Hipgnosis – preço não revelado
Disturbed – 100% para a Primary Wave – preço não revelado
The Killers – todos os lançamentos até 2020 para a Eldridge Industries – preço não revelado
Lindsey Buckingham – as suas canções em Fleetwood Mac e o material a solo para a Hipgnosis – preço não revelado
Barry Manilow – catálogo completo para Hipgnosis – preço não revelado
Richie Sambora – tudo o que fez com Bon Jovi para a Hipgnosis – preço não revelado
Dave Stewart – tudo o que fez com Eurthymics para a Hipgnosis – preço não revelado
Blondie – 197 canções para a Hipgnosis – preço não revelado
Chrissie Hynde – tudo o que fez com The Pretenders para a Hipgnosis – preço não revelado
Air Supply – parte do seu catálogo para a Primary Wave – preço não revelado
Culture Club – parte das receitas editoriais para a Primary Wave – preço não revelado
Devo – parte do catálogo à Primary Wave – preço não revelado.

EGITANA