Novo Single de Kat Von D, “I Am Nothing”

Novo Single de Kat Von D, “I Am Nothing”

Redacção

Kat Von D estreou o slow burner de sintetização “I Am Nothing”, a segunda faixa daquele que será o seu álbum de estreia, “Love Made Me Do It”, a 27 de Agosto e já disponível para pré-encomenda.

“Love Made Me Do It” situa-se no centro do universo de Kat, provando que a música é a sua primeira e mais forte paixão. Tendo sido uma pianista classicamente treinada desde a sua juventude com um profundo apreço por música de todos os géneros, Kat despejou a sua alma neste álbum de estreia há muito esperado e completo.

O projecto conta com vários colaboradores, incluindo Dave Grohl, Linda Perry, Dave Sitek (TV On The Radio), Peter Murphy (Bauhaus), Danny Lohner (Nine Inch Nails), Ladyhawke e Charo.

Produzida por Kat, ‘I Am Nothing’ vê a talentosa artista no seu mais íntimo e vulnerável, o seu frágil timbre sobre a produção esparsa e uma batida sonhadora até às camadas de sintetizadores se abrirem num refrão exuberante. «Escrevi a canção para todos aqueles que nunca se sentiram suficientemente bem, e Deus sabe que já lá estive. Escrevi-a durante um tempo em que estava perdida por alguém, mas mais importante ainda, perdi-me pelo caminho, e penso que isso é algo com que muitos podem relacionar-se».

Kat acrescenta: «Querer ardentemente ser suficientemente boa para alguém e, de alguma forma, não conseguir. Acredito que há força na vulnerabilidade, mas esta canção é uma súplica de quanto a pessoa está disposta a suportar as coisas que não pode ter».

A pré-compra de “Love Made Me Do It” (disponível AQUI) inclui uma edição limitada de vinil vermelho assinado, cassetes vermelhas, um digipack CD, cadernos de esboços personalizados e muito mais. Outras variantes de vinil colorido de edição limitada estão também disponíveis para venda. Este single, que podem disparar em baixo, segue-se a “Exorcism”.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA