O Woodstock 2019 foi cancelado

O Woodstock 2019 foi cancelado

António Maurício

O cancelamento do 50º aniversário do icónico festival foi comunicado pela empresa Dentsu Aegis Network: «não acreditamos que a produção do festival possa ser executada de acordo com a marca de qualidade do Woodstock».

O 50º aniversário do Woodstock foi cancelado. O festival estava a ser financiado pela Dentsu Aegis Network, que avançou em comunicado de imprensa a decisão repentina: «Apesar do nosso enorme investimento de tempo, esforço e empenho, não acreditamos que a produção do festival possa ser executada de acordo com a marca de qualidade do Woodstock, enquanto garantimos a saúde e a segurança dos artistas, parceiros e público».

A empresa continua o comunicado: «Como resultado de uma cuidadosa consideração, a Amplifi Live da Dentsu Aegis Network, parceira do Woodstock 50, decidiu cancelar o festival. Por muito difícil que seja, acreditamos que esta é a decisão mais prudente para todas as partes envolvidas».

O festival Woodstock 50 estava agendado para os dias 16, 17 e 18 de Agosto. O alinhamento incluía os contemporâneos Miley Cyrus, Chance the Rapper, Imagine Dragons ou os veteranos Jay-Z, Robert Plant, Santana, David Crosby, John Fogerty, Dead and Company, entre outros.