Oporto Soundshock 2019

Oporto Soundshock 2019

Redacção

O Oporto Soundshock está de regresso à Invicta. Gear artesanal, luthiers, workshops, concertos, mercado de vinil e editoras independentes. O paraíso para músicos e melómanos DIY acontece no CCOP, nos dias 30 de Novembro e 01 de Dezembro.

O Oporto Soundshock regressa à cidade do Porto este ano. A decorrer nos dias 30 de Novembro e 1 de Dezembro no CCOP, o Soundshock é um evento onde músicos e amantes de música podem obter, promover ou trocar matéria & material musical. Trata-se de uma fracção aconchegante de espaço/tempo, onde a troca de experiências musicais pode acontecer de diferentes formas.

Vinil usado, instrumentos musicais usados, material vintage, hi-fi, material de estúdio, instrumentos de fabrico manual, editoras independentes, etc. No Soundshock, a música apresenta-se sob diferentes formas de exploração. No final, leva-se sempre algo potencialmente inspirador para casa.

Além do mercado musical, os dois dias serão preenchidos por vários workshops e concertos. Os workshops necessitam de inscrição prévia, a qual podem fazer no website do Oporto Soundshock. Este ano os workshops são os seguintes: Instrumental Surf Music – Catch The Wave; Control The Voltage; Lixo Com Ritmo e Amplificação a Válvulas. Vamos olhar as intenções de cada um deles já de seguida.

Instrumental Surf Music – Catch The Wave | Um olhar aprofundado sobre este subestimado estilo musical baseado em guitarra, desde as suas origens no início dos anos 60 até à actualidade. Conheça as bandas, inovações, equipamentos, técnicas e legados essenciais deste importante género musical. Conduzido pelos internacionalmente consagrados músicos Surf, o guitarrista Lorenzo “Surfer Joe” Valdambrini e o baixista Jonpaul Balak.

Control Voltage | O CV/gate é o método analógico de controlar sintetizadores, drum machines e outro equipamento do género com sequenciadores externos. Normalmente, o control voltage controla o pitch e o gate controla o on-off da nota. Neste workshop, Duarte Amorim disserta sobre Control Voltage em sintetizadores modulares.

Lixo Com Ritmo | Tendo como base ritmos como o Hip-Hop, Kuduro, Funky, Samba reggae, entre outros, que estão associados à cultura urbana e alternativa, associaremos estes ritmos a objectos usados no nosso dia-a-dia como, bilhas, garrafas, bidões, colheres de pau, sacos plásticos, tambores de máquinas de lavar loiça e roupa e latas. Juntaremos aos sons dos objectos a voz e sons do corpo por vezes manipulados electronicamente. Além do objectivo lúdico – musical este workshop tem também como objectivo sensibilizar os participantes para a importância do ato de reciclar. Separar, reciclar, reutilizar é o processo que segue o lixo, aplicando este mesmo processo vamos separar os sons dos plásticos, metais, papel, vidro, reciclando esses sons iremos reutilizar os que mais se adaptem às construções rítmicas e melódicas que usaremos no workshop. Por Joaquim Alves.

Amplificação a Válvulas | Para a maioria das pessoas que trabalha com electrónica, a válvula termiónica é história. De facto, nenhum de nós ficaria contente se não dispuséssemos de equipamento fácil de utilizar, transistorizado ou com tecnologia microelectrónica integrada. No entanto, para muitos músicos e entusiastas de HiFi, o amplificador a válvulas ainda forma o núcleo do seu equipamento de áudio. A combinação de modernos componentes periféricos (fontes de sinal, colunas acústicas) com uma amplificador clássico a válvulas surge como uma combinação bastante atraente para o entusiasta de música ou audiófilo. Por Ricardo Faro.

Mixing tips & tricks with elysia | A Arda – Audio & Acoustics vai promover um workshop de mistura com uso exclusivo de processadores analógicos da marca alemã elysia. Neste workshop iremos demonstrar e apresentar praticamente toda a gama de outboard da elysia em cenário de mistura, usando técnicas avançadas de equalização, compressão ou saturação em tempo real. Este workshop é indicado para todos os técnicos de som que queiram aprender ou descobrir técnicas de mistura que melhorem os seus projectos, bem como para todos os profissionais que querem conhecer melhor os equipamentos deste fabricante high-end de processadores áudio. Será uma oportunidade única de ver profissionais do áudio a usar a equipamento analógico em sessões de mistura reais, explicando as técnicas e truques que usam no seu dia-a-dia.

O cartaz dos concertos também está encerrado. Assim, no Sábado dia 30, Osso Vaidoso, Surfer Joe & His Band e Tresor & Bosxh sobem a palco no Auditório do CCOP. No dia 01 de Dezembro (Domingo), Jake Shane, Krake e Whales fecham a festa.