“Ordinary Man”, Tudo Sobre o Novo Álbum de Ozzy

“Ordinary Man”, Tudo Sobre o Novo Álbum de Ozzy

Redacção

Ozzy Osbourne desvendou a capa e estreou o novo single e title track do próximo álbum. “Ordinary Man” foi escrita em colaboração com Elton John e conta com um magistral solo de guitarra do Slash.

Há poucos dias, Sharon Osbourne revelou que Elton John era um dos convidados presentes no próximo álbum de Ozzy Osbourne. Estreou agora a colaboração entre os dois britânicos, como seria de esperar, uma balada conduzida a piano (que não envergonha em nada a longa tradição de baladões nos álbuns solo de Ozzy). O tema ostenta ainda um emocionante solo de Slash, carregado de todas as idiossincrasias do guitarrista. A canção partilha o título com o álbum, “Ordinary Man” (podem ouvir no fundo do artigo).

O álbum será o 12º registo de estúdio do histórico frontman dos Black Sabbath e tem edição marcada para 21 de Fevereiro de 2020, através da Epic Records. O disco já está em regime pre-order/pre-save no site oficial de Ozzy.

Em entrevista com o The Sun Ozzy Osbourne revelou alguns detalhes sobre o seu novo trabalho, que será o seu 12º registo a solo. O frontman dos Black Sabbath foi arrojado nas declarações sobre o novo disco, afirmando que trabalhar na sua composição o ajudou a recuperar da lesão que o forçou a ser hospitalizado, interrompendo a No More Tours 2, digressão que passou em Portugal em 2018. «Fiz um novo álbum que me ajudou a entrar nos eixos. Estive afundado em auto-comiseração durante meses. É o melhor álbum que já fiz».

Ozzy revelou ainda que a motivação para o álbum surgiu após ser convidado para participar no mais recente tema de Post Malone, “Take What You Want”. (Já agora, Malone foi recentemente confirmado na edição deste ano do Rock In Rio Lisboa)

«Nunca tinha sequer ouvido falar neste puto. Ele queria que cantasse na sua canção, o que fiz e uma coisa levou à outra. Comecei a gravar um novo álbum com o produtor de Post Malone, o Andrew Watt. São apenas nove faixas, mas foi um catalisador para me sentir como sinto agora». O Príncipe das Trevas garante que se «não fosse a feitura deste álbum, ainda estaria parado, a pensar ‘Vou ficar aqui estendido para sempre’. Senti muita falta da música. os meus fãs são bastante leais e gentis. Até fazer o álbum pensava estar a morrer. Mas isto fez-me levantar o rabo».

O último álbum que Ozzy editou foi “Scream”, em 2010. Após esse trabalho, o Prince Of Darkness envolveu-se no regresso dos Black Sabbath, com o álbum “13” e na massiva digressão de reunião da banda. O músico mencionou na entrevista o quanto mudou a indústria musical numa década: «É o meu primeiro álbum de estúdio em dez anos, portanto sinto-me um pouca fora da realidade, Hoje em dia a música fica directamente online e isso acontece mais rapidamente do que consigo escrever. Hoje em dia só se fala em downloads e streaming. Que c*ralho quer isso dizer? O que é o Spotify? Pensava que era um problema dermatológico, que te fazia acordar às manchas».

Gravado em Los Angeles, ao lado do produtor Andrew Watt (que também assumiu grossa parte das guitarras), o álbum conta com Chad Smith, baterista dos Red Hot Chili Peppers, e Duff McKagan, baixista dos Guns N’ Roses. Slash surge como convidado no tema “Straight To Hell” e agora nesta canção que conta também com Elton John. Zakk Wylde já confirmou que não estará presente no novo álbum.

A tracklist do álbum não foi ainda confirmada. “Ordinary Man” é a terceira canção conhecida, depois de “Under The Graveyard” e “Straight To Hell”. Dispara o player.