Ozzy Osbourne Sobre Randy Rhoads: «Deu-me Grandeza Imensurável»

Ozzy Osbourne Sobre Randy Rhoads: «Deu-me Grandeza Imensurável»

Redacção

Depois de Randy Rhoads ter sido anunciado como um dos nomes que vão entrar no Rock And Roll Hall Of Fame, Ozzy Osbourne prestou homenagem ao lendário guitarrista com quem iniciou a sua carreira a solo, com o estupendo “Blizzard Of Ozz”.

Os nomes que vão entrar no Rock and Roll Hall of Fame foram anunciados há alguns dias atrás. Os Foo Fighters serão uma das bandas premiadas na cerimónia que acontecerá no dia 30 de Outubro, na Quicken Loans Arena, localizada em Cleveland, Ohio. O seu frontman, Dave Grohl, vai ser premiado pela segunda vez, já que em 2014, foi introduzido no Rock And Roll Hall Of Fame como parte dos Nirvana. O lendário Randy Rhoads receberá o Prémio de Excelência Musical.

O Prémio de Excelência Musical é atribuído a artistas, músicos, compositores e produtores cuja originalidade e influência na criação musical tenham tido um impacto significativo na música. E Randy teve. Se o seu período nos Quiet Riot é algo desconhecido fora dos círculos mais desligados do heavy metal, com Ozzy Osbourne, após este ter deixado os Black Sabbath, o guitarrista criou canções de aclamação universal e atingiu a plenitude das suas capacidades técnicas e musicais.

Numa conversa com a Rolling Stone, Ozzy disse: «Conheci-o durante muito pouco tempo. Mas o que ele me deu nesse curto espaço de tempo foi de uma grandeza imensurável para c*ralho. Ter alguém como o Randy Rhoads a tocar em dois álbuns, e que esses dois álbuns continuem a soar tão bem como no dia em que foram gravados, é qualquer coisa. E estou eternamente grato por isso. Só Deus sabe o que aquele homem teria conseguido até hoje. O próprio facto de ele não estar aqui a respirar é simplesmente uma m*rda de um crime».

Ozzy continua, feliz pelo reconhecimento de Randy: «Graças a Deus que será reconhecido pelo Rock And Roll Hall Of fame. Finalmente chegou. Lamento que a sua mãe não esteja viva para ver, porque ele era muito próximo da sua mãe. Sei que o seu irmão, Kelle, e a sua irmã, Kathy, vão ficar felicíssimos. É algo que prova que ele não foi esquecido. Ele era um músico dedicado, verdadeiro, e era um tipo encantador. Ainda penso nele o tempo todo».

Rhoads tocou nos discos seminais de Osbourne “Blizzard Of Ozz” e “Diary Of A Madman” mas morreu tragicamente num acidente de avião quando tinha apenas 25 anos de idade, a 19 de Março de 1982. Ele influenciou muitos músicos e é considerado um dos maiores guitarristas de todos os tempos. A sua morte foi um enorme choque e Ozzy confessou na sua autobiografia “I Am Ozzy” que quase desistiu da música depois da morte de Randy. Podem recordar o último concerto registado que existe de Randy, cerca de um mês antes da sua morte, aqui.

Enfrentamos tempos de incerteza e a imprensa não é excepção. Ainda mais a imprensa musical que, como tantos outros, vê o seu sector sofrer com a paralisação imposta pelas medidas de combate à pandemia. Uns são filhos e outros enteados. A AS não vai ter direito a um tostão dos infames 15 milhões de publicidade institucional. Também não nos sentimos confortáveis em pedir doações a quem nos lê. A forma de nos ajudarem é considerarem desbloquear os inibidores de publicidade no nosso website e, se gostam dos nossos conteúdos, comprarem um dos nossos exemplares impressos, através da nossa LOJA.
EGITANA